nabocadanoite.com.br
Seja bem vindo
Números apontam expressiva imunização dos estudantes da graduação da UERN

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) encerrou, na segunda-feira (10/1), o prazo para os alunos e alunas dos cursos de graduação, modalidade presencial, comprovarem o esquema vacinal contra a Covid-19.

A reitora Cicília Maia incentiva a imunização e os cuidados. “Nossa convicção continua a mesma de março de 2020, logo no início da pandemia, quando resolvemos suspender as atividades presenciais. A prioridade é a segurança de nossa comunidade. Precisamos que todos e todas continuem se protegendo contra a Covid-19 e suas variantes. Estamos atentos e monitorando as condições sanitárias”, afirmou a reitora.

A Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (Proeg) informa que, do total de estudantes matriculados em cursos da modalidade presencial, 96,67% preencheram o formulário, destes, 98,07% se declararam totalmente vacinados e 1,5% está parcialmente vacinado. O índice de estudantes que optaram por não se vacinarem é de apenas 0,07%.

Conforme resolução do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe), nos casos de não imunização decorrente de motivo alheio à própria vontade do discente, devidamente comprovado por atestado médico, as atividades acadêmicas poderão ser desenvolvidas em regime domiciliar. Dos estudantes que preencheram o formulário, 0,15% encontra-se nessa condição.

A mesma situação – Procedimento Análogo ao Regime de Exercícios Domiciliares – vale para estudantes que comprovadamente estejam participando como voluntários de testes clínicos em humanos, de outros imunizantes contra a Covid-19. Dos matriculados em cursos de graduação da Uern, o índice de estudantes que responderam estarem participando de testes clínicos foi de 0,21%.

A participação expressiva demonstra que a comunidade estudantil está vigilante e atenta à importância da vacinação como a forma mais eficiente de se proteger contra a Covid-19.

Agora inicia uma nova fase. No período de 11 a 20 de janeiro, as comissões dos cursos vão analisar os documentos enviados para validar a situação vacinal da comunidade estudantil. “Nesse período, os retardatários podem procurar as comissões dos cursos para apresentar os documentos que comprovem a vacinação, pois a lista de possíveis estudantes com as matrículas trancadas só será publicada no dia 28 de janeiro”, explicou a pró-reitora adjunta de Ensino de Graduação, Fernanda Abreu.

O pequeno número de estudantes matriculados que optou por não tomar a vacina e não declarou a situação vacinal poderá ter a matrícula trancada.

Aulas presenciais – A UERN trabalha com a perspectiva do retorno das aulas presenciais para o dia 2 de fevereiro, data aprovada pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe). Várias ações vêm sendo implementadas para possibilitar esse retorno seguro: preparação dos espaços físicos, orientações sobre normas de biossegurança e comprovação da vacinação por parte dos servidores e estudantes, dentre outras iniciativas.

O trabalho presencial foi retomado de forma escalonada – uma parte dos servidores retornou no início de novembro e outra parte no início de dezembro. Esse retorno gradual foi estabelecido para preparar a estrutura física da Universidade.

A Universidade instituiu um Comitê Covid-19 logo no início da pandemia. Esse comitê está monitorando o cenário epidemiológico, sempre pautado pela segurança de sua comunidade. A Uern vem seguindo todos os decretos estaduais. Qualquer mudança na modalidade de retorno será levada ao Consepe. (Agecom/UERN)

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Veja o calendário de pagamento do abono salarial de 2022

Cerca de 22 milhões de brasileiros recebem, neste ano, o abono salarial, com valor total de mais de R$ 20 bilhões, segundo o Ministério do Trabalho e Previdência.

Trabalhadores do setor privado, inscritos no PIS, receberão o abono salarial deste ano no período de 8 de fevereiro a 31 de março, pela Caixa. Para servidores públicos, militares e empregados de estatais, inscritos no Pasep, o pagamento vai de 15 de fevereiro a 24 de março, pelo Banco do Brasil.

Tradicionalmente, o abono salarial é pago no ano seguinte ao ano em que houve jornada durante 12 meses consecutivos, com cada lote correspondendo ao mês de nascimento do empregado. Agora, o pagamento será feito em apenas dois meses.

Segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, historicamente, tanto a identificação quanto o pagamento dos beneficiários eram feitas pelos bancos públicos federais, o que foi questionado por órgãos de controle que recomendaram a separação das atividades. Outra recomendação é que os pagamentos ocorressem num mesmo ano.

“Buscando atender a recomendação dos órgãos de controle, o governo federal internalizou no Ministério a identificação e passou a ter em tempo real e online o controle integral da política do abono salarial, desde a recepção dos dados transmitidos pelos empregadores, até o processo de identificação e pagamento”, explicou o ministério.

Pagamento – Trabalhadores da iniciativa privada com conta corrente ou poupança na Caixa receberão o crédito automaticamente no banco, de acordo com o mês de seu nascimento.

Os demais beneficiários receberão os valores por meio da poupança social digital, que pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem. Caso não seja possível a abertura da conta digital, o saque poderá ser realizado com o Cartão do Cidadão e senha nos terminais de autoatendimento, unidades lotéricas, Caixa Aqui ou agências, também de acordo com o calendário de pagamento escalonado por mês de nascimento.

O pagamento do abono do Pasep ocorre via crédito em conta para quem é correntista ou tem poupança no Banco do Brasil. O trabalhador que não é correntista do BB pode efetuar a transferência via TED para conta de sua titularidade via terminais de autoatendimento e portal www.bb.com.br/pasep ou no guichê de caixa das agências, mediante apresentação de documento oficial de identidade.

 

Confira abaixo as datas de pagamento:

Trabalhadores da iniciativa privada que recebem pela Caixa Econômica Federal

Mês de nascimento        Data do pagamento

Janeiro                                8 de fevereiro

Fevereiro                            10 de fevereiro

Março                                  15 de fevereiro

Abril                                   17 de fevereiro

Maio                                   22 de fevereiro

Junho                                24 de fevereiro

Julho                                  15 de março

Agosto                                17 de março

Setembro                           22 de março

Outubro                             24 de março

Novembro                        29 de março

Dezembro                         31 de março

 

Trabalhadores do setor público, que recebem pelo Banco do Brasil

Final da inscrição                 Data do pagamento

0                                                  15 de fevereiro

1                                                  15 de fevereiro

2                                                  17 de fevereiro

3                                                  17 de fevereiro

4                                                 22 de fevereiro

5                                                 24 de fevereiro

6                                                15 de março

7                                                17 de março

8                                               22 de março

9                                              24 de março

 

Quem tem direito – Tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no PIS/PASEP há, pelo menos, cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por, no mínimo, 30 dias no ano-base considerado para a apuração, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.

Também é necessário que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

Valor – O valor do abono é proporcional ao período em que o empregado trabalhou com carteira assinada em 2020. Cada mês trabalhado equivale a um benefício de R$ 101, com períodos iguais ou superiores a 15 dias contados como mês cheio. Quem trabalhou 12 meses com carteira assinada receberá o salário mínimo cheio, de R$ 1.212.

Consulta – De acordo com o ministério, a partir do dia 22 de janeiro, é possível consultar a situação do benefício por meio da Carteira de Trabalho Digital ou no portal GOV.BR para saber se tem direito, qual o valor do abono salarial, a data e o respectivo banco de recebimento. A central Alô Trabalhador, telefone 158, também estará disponível para atendimento.

A partir de fevereiro, o trabalhador do setor privado também poderá consultar a situação do benefício e a data de pagamento nos aplicativos Caixa Trabalhador e Caixa Tem.

No caso dos trabalhadores vinculados ao Pasep, a consultar do saldo é na página Consulte seu Pasep. Há também a opção de ligar para a Central de Atendimento do Banco do Brasil (4004-0001, capitais e regiões metropolitanas, ou 0800 729 0001, interior).

Minas Gerais e Bahia – Os trabalhadores residentes nos estados de Minas Gerais e Bahia, em áreas em situação de emergência, receberão o abono no primeiro dia de pagamento: 8 de fevereiro para o PIS e 15 de fevereiro para o Pasep. (Agência Brasil)

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Governo do RN discute plano de implantação do Hospital da Mulher

Equipes da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Projeto Governo Cidadão, Gabinete Civil, Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Controladoria Geral do Estado reuniram-se na segunda-feira (10/1) com a governadora Fátima Bezerra para dar sequência ao planejamento de implantação do Hospital da Mulher. Localizada em Mossoró, a unidade tem previsão de conclusão das obras em junho e de início gradual dos serviços a partir do último trimestre deste ano.

Com um investimento aproximado de R$ 120 milhões, coordenado pelo Governo Cidadão com financiamento do Banco Mundial, o Hospital da Mulher será o maior equipamento do SUS no estado e terá uma cogestão inicial entre Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e Uern. “Essa reunião é crucial, porque precisamos do modelo ideal e de um entendimento em parceria para que o serviço do hospital seja o melhor possível para atender o povo do RN”, disse a governadora Fátima Bezerra, que coordenou os trabalhos do encontro.

De acordo com o secretário Cipriano Maia, a ideia é de que os serviços do hospital, modulado para atender uma área com mais de 60 municípios potiguares, sejam colocados em funcionamento de forma paulatina. “Não estamos tratando de um equipamento de saúde qualquer. Por isso viemos trabalhando com uma implantação gradual, a partir da consolidação do hospital e dos acertos da parceria com a Uern”, pontuou o gestor da Sesap.

O planejamento conjunto Sesap-Uern prevê que a gestão acadêmica fique toda a cargo da instituição de ensino, que também deverá colaborar com a parte administrativa, tomando o hospital como um grande campus. “O hospital será importante para a formação não só dos estudantes da área da saúde, mas também de diversos cursos. Vamos também ampliar o escopo, abrindo espaço para todas as universidades”, explicou a reitora da UERN, Cicília Maia.

“Esta é uma das maiores obras já viabilizadas pelo Governo Cidadão nestes quase dez anos de execução do Projeto. Será a maior unidade hospitalar de todo o estado e, assim, podemos dizer que 2022 será um ano de grandes resultados concretizados pelo Governo do Estado”, frisou o secretário de Gestão de Projetos e Metas e coordenador do Projeto Governo Cidadão, Fernando Mineiro.

O Hospital da Mulher está projetado para contar com mais de 160 leitos, com foco na atenção materno-infantil, ginecológica e obstétrica de média e alta complexidade. Até o início de fevereiro, a equipe de gestão fechará o cronograma de implantação dos serviços ao longo de 2022 e 2023.

Participaram da reunião também o secretário de Gestão de Projetos e Metas e coordenador do Governo Cidadão Fernando Mineiro, o controlador geral do Estado Pedro Lopes, a secretária-adjunta da Sesap Lyane Ramalho, o secretário-adjunto de Planejamento e Finanças Thiago Lima; a procuradora do Estado, Janne Araújo; a professora e ex-reitora da Uern, Fátima Raquel; a professora da Uern, Ellany Gurgel; as assessoras especiais do Gabinete Civil, Luciana Daltro e Guia Dantas; e o gerente da unidade do Governo Cidadão na Sesap, Breno Roos.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Íntegra Comunicação fará assessoria do Partage Shopping Mossoró

O Partage Shopping Mossoró – o maior e mais completo centro de compras e entretenimento da cidade de Mossoró – através da sua coordenação de Marketing, renovou em janeiro com a Íntegra Comunicação, empresa de assessoria e estratégia de comunicação da jornalista Izaíra Thalita Lima para a realização do trabalho de assessoria de comunicação e relacionamento com a mídia.

O trabalho com a Íntegra Comunicação para o Partage Shopping Mossoró já se deu em dois momentos distintos e em gestões diferentes e marcantes do shopping, sendo o primeiro período ainda quando houve transição e reposicionamento – passando de West Shopping para Partage Shopping Mossoró – em 2014 até 2017. Antes da Pandemia o trabalho começou a ser ofertado, porém foi suspenso até que as atividades pudessem ser novamente retomadas.

Em 2022, o shopping decidiu manter uma assessoria de comunicação local, experiente e que conhece as especificidades de divulgação do ramo de shopping centers.O trabalho de divulgação das ações e informações do Partage Shopping Mossoró será feito por Izaíra Thalita Lima, jornalista com mais de 20 anos de experiência, tendo em seu know how, experiências como assessoria legislativa, corporativa e institucional. Para saber mais sobre sua trajetória clique no link: https://integracomunicacao.com/perfil/

“Estamos à disposição dos profissionais de comunicação de Mossoró e Região, sempre com o máximo respeito e atendimento pronto à todas as necessidades que estes e seus veículos/canais tenham, na obtenção de informações sobre o Partage Shopping Mossoró”, ressalta Izaíra Lima.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Petrobras aumenta preço da gasolina e do diesel

A partir de amanhã (12/1), depois de 77 dias sem aumentos, a Petrobras fará ajustes nos seus preços de venda de gasolina e diesel para as distribuidoras. O anúncio foi feito hoje (11/1) pela companhia, em nota à imprensa.

Segundo a empresa, os últimos aumentos ocorreram em 26 de outubro do ano passado. Desde então, o preço cobrado pela Petrobras para a gasolina chegou a ser reduzido em R$ 0,10 litro, em 15 de dezembro. Já o preço do diesel ficou estável.

Com a decisão de hoje, o preço médio de venda da gasolina da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 3,09 para R$ 3,24 por litro. “Considerando a mistura obrigatória de 27% de etanol anidro e 73% de gasolina A para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,26, em média, para R$ 2,37 a cada litro vendido na bomba. Uma variação de R$ 0,11 por litro”, explicou a companhia, na nota.

Para o diesel, o preço médio de venda da Petrobras para as distribuidoras subirá de R$ 3,34 para R$ 3,61 por litro. Levando em conta a mistura obrigatória de 10% de biodiesel e 90% de diesel A para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor será elevada de R$ 3,01, em média, para R$ 3,25 a cada litro vendido na bomba, mostrando variação de R$ 0,24 por litro.

Abastecimento – De acordo com a Petrobras, esses ajustes “são importantes para garantir que o mercado siga sendo suprido em bases econômicas e sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras: distribuidores, importadores e outros produtores, além da Petrobras”.

A companhia reiterou seu compromisso com a prática de preços competitivos e em equilíbrio com o mercado, acompanhando as variações de alta e baixa, “ao mesmo tempo em que evita o repasse imediato para os preços internos, das volatilidades externas e da taxa de câmbio, causadas por eventos conjunturais”. (Agência Brasil)

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Ratinho nega direito de resposta a Natália Bonavides, que recorre à Justiça

O apresentador Ratinho negou à deputada federal Natália Bonavides (PT/RN) direito de resposta após ter dito em seu programa de rádio que a parlamentar potiguar deveria ser metralhada. Natália revelou, em suas redes sociais, que já acionou a Justiça.

“Depois de falar em sua emissora de rádio que pessoas como eu deveriam ser eliminadas, sugerindo que se pegue em metralhadoras, o apresentador Ratinho recusou a divulgação do nosso direito de resposta. Já recorremos ao judiciário”, escreveu a deputada em uma postagem.

Segundo Natália Bonavides, seu “direito de resposta evidencia as mentiras contadas no programa e mostra a necessidade urgente de enfrentar a intolerância e o preconceito. A recusa em divulgá-la é uma confirmação daquilo que foi dito. E não esqueçamos: foram crimes!”, finaliza.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Câmara de Mossoró encaminha aprovação da LOA até dia 18

Em reunião após a sessão desta terça-feira, 11/1, vereadores e vereadoras de Mossoró se comprometeram em votar a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2022, na próxima terça-feira (18/1). O novo projeto da LOA, com a previsão das emendas impositivas, foi enviado pela Prefeitura à Câmara, sexta-feira (7/1).

Na sessão desta terça-feira, foi lido em plenário e encaminhado à Comissão de Orçamento, Finanças e Contabilidade (COFC). Amanhã, às 10h, será debatido em audiência pública. O prazo para apresentação de emendas corre de hoje até quinta-feira (13/1).

Sexta-feira (14/1), as emendas serão lidas em plenário, em sessão extraordinária, às 9h. No mesmo dia, a COFC se reunirá para analisá-las. O cumprimento dessas etapas permitirá a votação do projeto da LOA em dois turnos, terça-feira da próxima semana.

Dessa forma, ficará pendente apenas a redação final, para inserção de emendas. Essa votação ocorrerá, em sessão extraordinária, assim que ficar pronta a versão definitiva do projeto. É possível que ainda na semana que vem, preveem técnicos da Câmara.

PPA – Hoje, o plenário aprovou ajustes ao Plano Plurianual (PPA) 2022/2025. A redação final do projeto será votada nesta quarta-feira (12), às 9h, antes da audiência pública sobre a LOA. Na semana passada, a Câmara aprovou adequação na Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO).

O presidente da Casa, Lawrence Amorim (Solidariedade), mostra-se confiante quanto à conclusão da LOA na próxima semana. “Mantém-se o compromisso de dar celeridade à votação, e é regimental o encurtamento de prazos decidido entre as bancadas”, diz.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Secretaria de Educação de Mossoró inicia etapa de transferência de alunos

O calendário de matrículas para o ano letivo de 2022 da Secretaria Municipal de Educação de Mossoró entrou em uma nova etapa nesta segunda (10/1), com a realização de transferência, por interesse próprio, de alunos que fazem parte da rede. As transferências acontecem nos casos de mudança de domicílio, quando não há oferta do ano subsequente de ensino e por escolha, ou seja, quando o pai ou responsável opta por pleitear uma vaga em uma outra unidade de ensino, da rede municipal ou não.

Conforme a portaria que instituiu o calendário de matrículas, o pai ou responsável deve fazer a solicitação na unidade de ensino de origem, de 10 a 14 de janeiro, período em que a unidade de destino também deverá validar a intenção de transferência, mediante comparecimento do pai ou responsável portando comprovação de transferência e documentação elencada mais abaixo.

A transferência é realizada via sistema “Mossoró Digital”, mas é preciso que o pai ou responsável demonstre, presencialmente, interesse na mudança e indique a escola ou Unidade de Educação Infantil (UEI) que deseja matricular o seu filho(a). Concluída essa etapa, na semana seguinte (17 a 23 de janeiro) será a vez da Secretaria de Educação abrir o período de matrículas para novos alunos.

 

Documentos necessários para efetivação da transferência do aluno:

– Certidão de Nascimento, CPF, Cartão de Vacina, Cartão SUS ou outro comprovante de identidade (cópia);

– Identidade e CPF dos pais e/ou responsáveis pela matrícula;

– Histórico Escolar, quando for o caso;

– Comprovante de residência (cópia);

– Cartão do Programa Bolsa Família do responsável – caso a criança/aluno seja beneficiário;

– Folha resumo contendo o número do NIS da criança, caso o aluno seja beneficiário (NÃO OBRIGATÓRIO);

– Declaração expedida pela Unidade de Ensino onde o aluno estudou anteriormente, com validade de 30 (trinta) dias;

– Laudo médico, em caso dos alunos com deficiência, Transtorno do Espectro Autista (TEA) e com altas habilidades/superdotação;

– Comprovante de Trabalho nos dois turnos, Carteira de Trabalho assinada ou declaração do empregador para as mães que pleiteiam vagas destinadas às crianças das turmas de Integral da Educação Infantil;

– 01 (uma) foto 3×4.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Comprovação vacinal contra a covid de servidores estaduais deve ser enviada até dia 20

Os órgãos da administração direta e indireta do Poder Executivo estadual devem encaminhar até o próximo dia 20 de janeiro as informações atualizadas do esquema vacinal contra a covid-19 dos agentes públicos estaduais, conforme exigência do Decreto nº 31.022, de 26 de outubro de 2021. Em ofício circular nº1/2022-GAC, o Governo do Estado reitera a necessidade de cumprimento do decreto sob pena de sanções administrativas.

Com o objetivo de garantir ambiente de trabalho com reduzido risco de contaminação, preservar a saúde dos agentes públicos e conter avanço do cenário epidemiológico, o decreto estabelece a obrigatoriedade da vacinação contra a covid-19 a todos os agentes públicos, servidores e terceirizados, civis ou militares no âmbito do serviço público estadual do Rio Grande do Norte.

A comprovação do esquema vacinal, em conformidade ao calendário de imunização, deve ser enviada ao Gabinete Civil do Estado. Em caso negativo, deve ser apresentada declaração com a devida justificativa médica ou técnica.

São aceitos os seguintes documentos, os quais são considerados oficialmente como passaporte da vacina: Aplicativo Mais Vacina; Conecta SUS; Carteira de Vacina emitida pelas Secretarias de Saúde dos Estados ou Municípios, bem como institutos de pesquisa clínica ou outras instituições governamentais, nacionais ou estrangeiras.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com