nabocadanoite.com.br
Seja bem vindo
Chuvas aumentam volumes de reservatórios do RN

O Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn) monitora 47 reservatórios – com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos – responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta segunda-feira (08), indica que alguns reservatórios obtiveram aumento de volume com as últimas chuvas.

O açude Morcego, localizado em Campo Grande, acumula 6.581.554 m³, correspondentes a 98,11% da sua capacidade total, que é de 6.708.331 m³. No último relatório, divulgado em 18 de julho, o manancial estava com 6.412.519 m³, equivalentes a 95,59% da sua capacidade total.

A barragem Tabatinga, localizada em Macaíba, acumula 28.881.562 m³, percentualmente, 32,15% da sua capacidade total, que é de 89.835.678 m³. No último relatório divulgado, o reservatório estava com 27.438.187 m³, correspondentes a 30,54% da sua capacidade total.

A barragem de Poço Branco acumula 36.862.203 m³, percentualmente 27,1% da sua capacidade total, que é de 136.000.000 m³. Na data do último relatório divulgado, o reservatório estava com 35.509.654 m³, correspondentes a 26,11% da sua capacidade total.

O açude Bonito II, localizado em São Miguel, acumula 2.695.875 m³, equivalentes a 24,81% da sua capacidade total, que é de 10.865.000 m³. No dia 18 de julho, o manancial estava com 2.661.975 m³, correspondentes a 24,50% da sua capacidade total.

As reservas hídricas superficiais totais do RN acumulam 2.362.836.839 m³, percentualmente, 53,98% da sua capacidade total, que é de 4.376.444.842 m³. No relatório divulgado no dia 18 de julho, as reservas hídricas acumulavam 2.393.220.863 m³, equivalentes a 54,68% da sua capacidade total.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, acumula 1.504.189.524 m³, percentualmente 63,39% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. No dia 18 de julho, o manancial estava com 1.523.151.793 m³, equivalentes a 64,18% da sua capacidade total.

Segundo maior reservatório do RN, Santa Cruz do Apodi acumula 260.089.555 m³, correspondentes a 43,37% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. No último relatório divulgado, o manancial estava com 263.673.240 m³, equivalentes a 43,97% da sua capacidade total.

Atualmente, dois reservatórios estão com 100% da sua capacidade, são eles: Flechas, localizado em José da Penha, e o açude público de Encanto.

Para saber sobre os volumes de outras barragens do RN acesse: http://sistemas.searh.rn.gov.br/monitoramentovolumetrico.

*Situação das Lagoas*

A lagoa de Extremoz, responsável por parte do abastecimento da zona norte da capital, está com 9.891.025 m³, correspondentes a 89,76% do seu volume máximo, que é de 11.019.525 m³.

Já a lagoa do Bonfim, responsável pelo abastecimento da adutora Monsenhor Expedito, acumula 44.166.465 m³, percentualmente 52,41% da sua capacidade total, que é de 84.268.200 m³.

A lagoa do Boqueirão, localizada em Touros, acumula 10.791.525 m³, equivalentes a 97,44% da sua capacidade total, que é de 11.074.800 m³.

 

 

Defesa Civil do RN atualiza situação de municípios atingidos pelas fortes chuvas

A Coordenadoria de Defesa Civil do Estado do Rio Grande do Norte atualizou na noite desta quinta-feira (14/7) a situação de Decretos e situação de Reconhecimento Federal dos municípios potiguares atingidos pelas fortes chuvas.
Dos 21 municípios do Rio Grande do Norte reconhecidos em situação de emergência, 11 já tiveram reconhecimento do Governo Federal, são eles: Nisia Floresta, Canguaretama, Touros, Extremoz, Natal, Parnamirim, São Gonçalo, Ceará Mirim, Macaíba, São Pedro e Pedro Velho. Estes dois últimos foram incluídos nesta quinta-feira.
Dos municípios com Reconhecimento Federal, seis tiveram a solicitação de recursos atendida pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil: Macaíba (R$ 283.600,00), Parnamirim (R$ 1.322.191,00), Touros (R$ 439.795,00), Canguaretama (R$ 655.900,00), Natal (R$ 3.186.007,00). Na noite desta quinta-feira, o município de Nisia Floresta também teve a solicitação de recursos aprovada, no valor de R$ 1.896.420,00.
Segundo a Defesa Civil do Rio Grande do Norte, os municípios que estão em situação de emergência são: Natal, Ceará Mirim, São Gonçalo do Amarante, Macaíba, Parnamirim, Nísia Floresta, Extremoz, Touros, Nova Cruz, Canguaretama, Montanhas, Várzea, Espírito Santo, Pedro Velho, Tibau do Sul, Ielmo Marinho, Nova Cruz, Boa Saúde, Jundiá, Brejinho, Taipu, conforme regulamentação publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), através do Decreto Nº 31.679, desta quinta-feira (14).

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Sobe para 21 municípios afetados pelas chuvas no RN

A Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil do RN divulgou dados relacionados às consequências do acúmulo de águas oriundas das chuvas registradas nos últimos dias no Estado.

De acordo com o órgão, subiu para 21 o numero de cidades atingidas pelas chuvas, com consequências como pessoas desabrigadas e desalojadas.

O Governo do Rio Grande do Norte decretou emergência nesses municípios.

Nesta quarta-feira (13), às 10h30, o Governo do RN anunciará medidas emergenciais para os 21 municípios que estão em situação de emergência.

A reunião acontece no auditório da Governadoria, Centro Administrativo, com a presença da equipe do governo e representantes dos 21 municípios afetados.

 

Municípios afetados no RN = 21
Total de desalojados = 1.920 pessoas
Total de desabrigados = 1.540 pessoas
Total de afetados = 174.028 pessoas

*Situação de Decretos e situação de Reconhecimento Federal*

Macaíba
Natal: solicitação de recursos aprovada
Extremoz: situação reconhecida pelo governo federal
Ceará-Mirim: situação reconhecida pelo governo federal
Parnamirim: situação reconhecida pelo governo federal
Canguaretama: solicitação de recursos aprovada
Touros: situação reconhecida pelo governo federal
Tibau do Sul
Taipu
São Gonçalo do Amarante: situação reconhecida pelo governo federal
Ielmo Marinho
Nísia Floresta: situação reconhecida pelo governo federal
Várzea
Nova Cruz
Montanhas
Boa Saúde
Jundiá
Espírito Santo
Brejinho
Pedro Velho
São Pedro

(Situação até as 18h de 12 de Julho de 2022)

 

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

 

Veja os municípios do RN que estão em estado de emergência por causa das chuvas

Preservar a vida das pessoas e oferecer assistência aos desabrigados pelas chuvas. É com esse objetivo que o Governo do Estado do Rio Grande do Norte instalou na noite desta sexta-feira (8) o Gabinete de Gestão Integrada (GGI), envolvendo as forças de segurança pública do estado (Secretaria de Segurança, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros Militar, e Polícia, e todos os demais órgãos do estado. A instalação aconteceu no auditório da Escola de Governo, na Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), com a presença das forças armadas, através dos representantes dos comandantes militares de área.

A instalação desse comitê foi determinada na manhã desta sexta e prontamente instalada para trabalharmos de forma integrada na preservação de vidas e no apoio aos atingidos”, afirmou o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Coronel Araújo.

Na primeira reunião, foi discutida a intensificação das ações para retirada das pessoas em áreas alagadas e de risco, a fiscalização e manutenção em áreas de risco nas estradas, apoio técnico e operacional da Defesa Civil Estadual à Defesa Civil dos municípios, monitoramento das bacias hidrográficas e do clima.

Diante da ocorrência de chuvas intensas no estado, já são 1.314 o número de desabrigados no Rio Grande do Norte. Até o final da tarde desta sexta-feira (8/7), dos municípios atingidos, nove tinham encaminhado decretos de situação de emergência e dois, estado de calamidade pública – Ielmo Marinho e Pedro Velho, conforme números preliminares da Defesa Civil do RN. O sistema de monitoramento registrava também 1.354 desalojados e mais de 73 mil afetados.

Em edição extra do Diário Oficial, o Governo do Estado decretou estado de emergência em 16 municípios: Natal, Ceará Mirim, São Gonçalo do Amarante, Macaíba, Parnamirim, Nísia Floresta, Extremoz, Touros, Nova Cruz, Canguaretama, Montanhas, Várzea, Espirito Santo, Pedro Velho, Tibau do Sul, Ielmo Marinho.

A ação vai permitir a atuação menos burocratizada dos órgãos estaduais no apoio aos municípios abrangendo a Defesa Civil Estadual, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Militar, Polícia Civil, Secretarias de Infraestrutura, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Trabalho, Habitação e Assistência Social, Comunicação, Instituto de Águas do RN, DER, Idema.

Segundo o coordenador da Defesa Civil Estadual, Coronel Marcos Carvalho, o Agreste e o Litoral foram as regiões mais atingidas com a ocorrência de chuvas em mais de 100 municípios do estado. O Rio Curimataú transbordou deixando desabrigados em Nova Cruz, Pedro Velho e Canguaretama.

Nesse momento, a situação é relativamente tranquila, as pessoas desalojadas estão em casas de parentes ou abrigos, recebem assistência dos municípios, com o apoio da Assistência Social do Estado. Temos uma videoconferência programada para 22h para discutir e alinhar as ações e levantamentos, para amanhã muito cedo termos um panorama mais próximo do certo”, explicou Coronel Araújo.

Neste sábado, equipe do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil chega aos municípios de Nova Cruz, Pedro Velho e Canguaretama com ações humanitárias de atendimento e distribuição de alimentos aos desabrigados.

Acesso o decreto através do link no Diário Oficial do Estado.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

Veja as mais de 60 cidades potiguares que estão com alerta de chuvas

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu nesta terça-feira, 6/7, mais um aviso de mau tempo que abrange cidades de quatro estados do Nordeste. No Rio Grande do Norte, 61 municípios estão na lista. A previsão, no entanto, é que as chuvas não devam superar os 50mm por dia.

Pelo alerta do Inmet, apesar da previsão de chuvas em níveis menores das que foram registradas no fim de semana, há riscos de alagamentos e pequenos deslizamentos, principalmente em cidades com áreas de risco e que já tenham sido afetadas em sua estrutura com as chuvas históricas do fim de semana.

Confira cidades que estão sob alerta de chuvas de acordo com o Inmet:

Alto do Rodrigues

Areia Branca

Arês

Baía Formosa

Bento Fernandes

Bom Jesus

Brejinho

Caiçara do Norte

Canguaretama

Carnaubais

Ceará-Mirim

Espírito Santo

Extremoz

Galinhos

Goianinha

Guamaré

Ielmo Marinho

Jandaíra

Januário Cicco

Jardim de Angicos

João Câmara

Jundiá

Lagoa de Pedras

Lagoa Salgada

Lajes

Macaíba

Macau

Maxaranguape

Montanhas

Monte Alegre

Natal

Nísia Floresta

Nova Cruz

Parazinho

Parnamirim

Passagem

Pedra Grande

Pedra Preta

Pedro Avelino

Pedro Velho

Pendências

Poço Branco

Porto do Mangue

Pureza

Rio do Fogo

Santa Maria

Santo Antônio

São Bento do Norte

São Gonçalo do Amarante

São José de Mipibu

São Miguel do Gostoso

São Pedro

Senador Georgino Avelino

Serrinha

Taipu

Tibau do Sul

Touros

Várzea

Vera Cruz

Vila Flor

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

Semana tem previsão de chuvas no RN

A previsão é de chuvas no Rio Grande do Norte, especialmente na região Leste Potiguar para a semana em que se comemora o Dia de São João (24/06), aponta análise do Sistema de Monitoramento da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn). Chuvas estão previstas em todos os dias da semana, especialmente, nos períodos da noite, madrugada e início da manhã nos municípios que compõem a faixa litorânea e região metropolitana de Natal.
O chefe da unidade de Meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot explica que o cenário favorável a ocorrência de chuvas decorre da atuação do sistema metereológico de leste, que são aglomerados de chuvas e que associados as condições dos oceanos estão favoráveis para a formação das precipitações sob o estado. “O oceano Pacífico apresenta condição de La Ñina e as águas superficiais do Atlântico estão aquecidas, associadas a isso tem atuação dos ventos de leste na costa do Nordeste”, completou.

O final de semana foi de poucas chuvas no RN. O maior volume registrado ocorreu em Vila Flor, no Leste Potiguar, com 32.6mm, seguido de Pedro Velho com 7.2mm e Goianinha com 17.4mm. “As instabilidades de Leste, junto com o Sistema de Brisa atingiram o leste do Estado- isso favorecidos pela mudança no vento que passou a soprar de leste provocou as recentes chuvas”, disse Bristot.

(continua após a publicidade)

Inverno no Hemisfério Sul – Amanhã (21), 06h14min, se iniciará o período de inverno no Hemisfério Sul, que seguirá até 22 de setembro de 2022 às 22h04. Nessa estação ocorre a diminuição natural da incidência de luz solar nesse lado do globo. No Rio Grande do Norte, localizado na faixa equatorial, a previsão é de ocorrência de chuvas dentro da normalidade, nas regiões Leste e Agreste e em menores volumes no interior.

Bristot explica que o “o inverno 2022 deverá ter a influência do Fenômeno La Niña e atuação de Sistemas Meteorológicos como Ondas de Leste (instabilidades de origem oceânica) e Restos de Frentes Frias durante os meses de junho e julho, diminuindo a incidência em agosto. É também durante esse período que o Sistema de Brisas (Terrestre e Marítima), atuam com mais eficiência durante as madrugadas e início das manhãs, pois é nesse período do dia que ocorre o maior contraste térmico entre as massas de ar que chegam do oceano e as massas de ar presente sobre o continente”.
Com relação as temperaturas, devido ao aumento de dias nublados, a temperatura deverá diminuir principalmente nas regiões Serranas que poderão registrar entre 26ºC e 34ºC no período. “Nas demais regiões do RN a diminuição da temperatura não é significativa”, comentou o meteorologista.
Para os meses de junho, julho, agosto e setembro os volumes mínimos de chuvas esperados no Rio Grande do Norte são de 97.6mm, 78.2mm, 32.2mm e 15.8mm, respectivamente.

Previsão da semana

20/06/22 (Segunda-feira)- Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com possibilidade de pancadas de chuvas na região Leste

21/06/22 (Terça-feira): Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com possibilidade de pancadas de chuvas na região Leste e Agreste.

22/06/22 (Quarta-feira): Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com possibilidade de pancadas de chuvas na região Leste e Alto Oeste.

23/06/22 (Quinta-feira): Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões.

24/06/22 (Sexta-feira): Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com possibilidade de pancadas de chuvas na região Leste, Agreste, Vale do Açu, Alto Oeste e Mossoró.

25/06/22 (Sábado): Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões.

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

Chuvas em Mossoró já ultrapassam 50% da média esperada para este ano

O setor de meteorologia da Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural (SEADRU) divulgou que o acumulado de chuvas de janeiro até o dia 2 deste mês já ultrapassa os 50% da média esperada para este período. De acordo com a previsão, durante estes meses o esperado era 612 milímetros de chuvas e já choveu de janeiro até ontem 958,8 milímetros.

Segundo o coordenador do setor de meteorologia da Seadru, Alciomar Lopes, as previsões alertam para mais chuvas que devem se prolongar por todo o mês de junho, chegando aos primeiros dias de julho. “O mapa mostra chuvas para o dia de hoje com pouca intensidade e para o sábado a previsão é de chuva fraca a partir das 15h e possibilidade de tempestade à noite entre 19h e 21h”, explicou.

As chuvas intensas que estão superando o esperado neste primeiro semestre de 2022, estão sendo provocadas por correntes de ar frio vindos da região Sul do país com sentido ao litoral do Nordeste. Alciomar Lopes reforça que as previsões podem variar de horários, porém reforça que os mapas mostram que as chuvas continuam sendo previstas para o município.

O acumulado de chuvas, segundo o levantamento da Seadru, apresenta os seguintes números: De janeiro a 2 de junho já choveu em Mossoró 958,8 milímetros, o esperado era 612 milímetros. Os números mostram um saldo de 346,8 milímetros a mais de chuvas para este período.

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com. 

Veja lista de municípios do RN que podem ter chuvas intensas hoje

Pelo menos 44 cidades do Rio Grande do Norte poderão ter registro de chuvas intensas neste sábado, 28/5, segundo alerta do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). O fenômeno para esses municípios foi classificado na faixa vermelha, o que representa grande perigo.

No alerta vermelho, as chuvas podem chegar a um volume superior a 60 milímetros (mm) por hora ou mais que 100 mm por dia, além de ventos superiores a 100 km/h.

O Inmet também emitiu alerta laranja para outras 72 cidades. Nessa classificação, a previsão é de chuvas de 30 a 60 mm por hora, ou ainda de 50 a 100 mm por dia, além de ventos intensos, entre 60 e 100 km/h.

Cidades com alerta vermelho

Arês

Baía Formosa

Bento Fernandes

Bom Jesus

Brejinho

Canguaretama

Ceará-Mirim

Espírito Santo

Extremoz

Goianinha

Ielmo Marinho

Januário Cicco

Jundiá

Lagoa de Pedras

Lagoa Salgada

Macaíba

Maxaranguape

Montanhas

Monte Alegre

Natal

Nísia Floresta

Nova Cruz

Parnamirim

Passagem

Pedro Velho

Poço Branco

Pureza

Rio do Fogo

Santa Maria

Santo Antônio

São Gonçalo do Amarante

São José de Mipibu

São Miguel do Gostoso

São Pedro

Senador Elói de Souza

Senador Georgino Avelino

Serra Caiada

Serrinha

Taipu

Tibau do Sul

Touros

Várzea

Vera Cruz

Vila Flor

Cidades com alerta laranja

Açu

Afonso Bezerra

Alto do Rodrigues

Angicos

Areia Branca

Baraúna

Barcelona

Bento Fernandes

Bodó

Bom Jesus

Caiçara do Norte

Caiçara do Rio do Vento

Campo Redondo

Carnaubais

Cerro Corá

Coronel Ezequiel

Currais Novos

Fernando Pedroza

Galinhos

Governador Dix-Sept Rosado

Grossos

Guamaré

Ipanguaçu

Itajá

Jaçanã

Jandaíra

Januário Cicco

Japi

Jardim de Angicos

João Câmara

Lagoa d’Anta

Lagoa de Velhos

Lagoa Nova

Lajes

Lajes Pintadas

Macau

Monte das Gameleiras

Mossoró

Nova Cruz

Parazinho

Passa e Fica

Pedra Grande

Pedra Preta

Pedro Avelino

Pendências

Poço Branco

Porto do Mangue

Pureza

Riachuelo

Ruy Barbosa

Santa Cruz

Santa Maria

Santana do Matos

Santo Antônio

São Bento do Norte

São Bento do Trairí

São José do Campestre

São Miguel do Gostoso

São Paulo do Potengi

São Pedro

São Rafael

São Tomé

Senador Elói de Souza

Serra Caiada

Serra de São Bento

Serra do Mel

Serrinha

Sítio Novo

Tangará

Tibau

Touros

Upanema

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Chuvas intensas com trovoadas e descargas elétricas marcam noite potiguar

Os potiguares enfrentaram uma noite de chuvas intensas acompanhadas de trovoadas e descargas elétricas na região do Litoral e interior do Rio Grande do Norte. O Sistema de Monitoramento da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) registrou a ocorrência de chuvas acima de 100 milímetros nas regiões Oeste, Leste e Agreste.
As chuvas foram provocadas pelo aquecimento das águas superficiais do Oceano Atlântico que liberaram muita umidade para atmosfera e ocasionaram as precipitações. “Mesmo com dois dias seguidos com chuvas no estado, com a atmosfera fria, nós tivemos a ocorrência desse fenômeno incomum, chuvas intensas com o desenvolvimento células convectivas muito próximas pela frequência de números de descargas elétricas observadas na noite de ontem e madrugada de hoje. Esse foi um fenômeno incomum acontecer no litoral na forma que aconteceu”, explicou o chefe da unidade de Meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot.

O boletim pluviométrico da Emparn registrou maiores volumes, por região, em Mossoró (Oeste Potiguar)- 127,5mm; Afonso Bezerra (Central Potiguar) 124,6mm, Ielmo Marinho (Agreste Potiguar)- 104mm, Macaíba (Leste Potiguar) 71,6mm.
“Muitos municípios da região Oeste com volumes observados acima de 100mm. Além de Mossoró, Ipanguaçu e Carnaubais; E na região Central, Angicos. Os volumes observados são os maiores nessas localidades na quadra chuvosa”, disse o Bristot.

A previsão indica céu parcialmente nublado com chuvas nesta quinta-feira em todas as regiões. Na sexta-feira, céu parcialmente nublado, com pancadas de chuvas no Litoral e Oeste do Estado e sábado e domingo céu parcialmente nublado a chuvas em todas as regiões.
Acesse o Sistema de Monitoramento da Emparn, no site emparn.rn.gov.br, menu Meteorologia ou meteorologia.emparn.rn.gov.br e acompanhe previsão do tempo, boletins pluviométricos e dados relacionados a meteorologia do RN.

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

Mossoró é atingida por tempestade de ciclone tropical

O município de Mossoró passou por forte chuva na tarde e noite desta terça-feira (24). A tempestade foi provocada por um ciclone tropical que subiu da região Sul para o litoral do Rio Grande do Norte. As informações são do professor Alciomar Lopes, do Departamento de Meteorologia da Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural (SEADRU).

De acordo com Lopes, a situação climática poderá provocar tempestades até o início da próxima semana. “Um ciclone tropical que se deslocou no sentido anti-horário da região Sul e se instalou no Litoral do RN está jogando muita umidade no continente se convergendo com a alta temperatura e provocando a tempestade que poderá ser estender até o início da próxima semana”, afirmou ele.

A Defesa Civil do Município está atenta as situações de acúmulo de água nos pontos considerados de risco.

O coordenador da Defesa Civil Alcivan Gama recomenda ao cidadão que esteja dirigindo para que não enfrente pontos de alagamento caso ocorram chuvas fortes. “Hoje, presenciamos vários motoristas atravessando pontos de alagamento. Registramos alguns veículos que deram pane”, afirmou ele.

Para acionar a Defesa Civil, a população pode entrar em contato através do telefone 199. As equipes da Defesa Civil, Trânsito, Segurança e Infraestrutura seguem monitorando pontos de risco da cidade.