nabocadanoite.com.br
Seja bem vindo
Defesa Civil do RN atualiza situação de municípios atingidos pelas fortes chuvas

A Coordenadoria de Defesa Civil do Estado do Rio Grande do Norte atualizou na noite desta quinta-feira (14/7) a situação de Decretos e situação de Reconhecimento Federal dos municípios potiguares atingidos pelas fortes chuvas.
Dos 21 municípios do Rio Grande do Norte reconhecidos em situação de emergência, 11 já tiveram reconhecimento do Governo Federal, são eles: Nisia Floresta, Canguaretama, Touros, Extremoz, Natal, Parnamirim, São Gonçalo, Ceará Mirim, Macaíba, São Pedro e Pedro Velho. Estes dois últimos foram incluídos nesta quinta-feira.
Dos municípios com Reconhecimento Federal, seis tiveram a solicitação de recursos atendida pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil: Macaíba (R$ 283.600,00), Parnamirim (R$ 1.322.191,00), Touros (R$ 439.795,00), Canguaretama (R$ 655.900,00), Natal (R$ 3.186.007,00). Na noite desta quinta-feira, o município de Nisia Floresta também teve a solicitação de recursos aprovada, no valor de R$ 1.896.420,00.
Segundo a Defesa Civil do Rio Grande do Norte, os municípios que estão em situação de emergência são: Natal, Ceará Mirim, São Gonçalo do Amarante, Macaíba, Parnamirim, Nísia Floresta, Extremoz, Touros, Nova Cruz, Canguaretama, Montanhas, Várzea, Espírito Santo, Pedro Velho, Tibau do Sul, Ielmo Marinho, Nova Cruz, Boa Saúde, Jundiá, Brejinho, Taipu, conforme regulamentação publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), através do Decreto Nº 31.679, desta quinta-feira (14).

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Sobe para 21 municípios afetados pelas chuvas no RN

A Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil do RN divulgou dados relacionados às consequências do acúmulo de águas oriundas das chuvas registradas nos últimos dias no Estado.

De acordo com o órgão, subiu para 21 o numero de cidades atingidas pelas chuvas, com consequências como pessoas desabrigadas e desalojadas.

O Governo do Rio Grande do Norte decretou emergência nesses municípios.

Nesta quarta-feira (13), às 10h30, o Governo do RN anunciará medidas emergenciais para os 21 municípios que estão em situação de emergência.

A reunião acontece no auditório da Governadoria, Centro Administrativo, com a presença da equipe do governo e representantes dos 21 municípios afetados.

 

Municípios afetados no RN = 21
Total de desalojados = 1.920 pessoas
Total de desabrigados = 1.540 pessoas
Total de afetados = 174.028 pessoas

*Situação de Decretos e situação de Reconhecimento Federal*

Macaíba
Natal: solicitação de recursos aprovada
Extremoz: situação reconhecida pelo governo federal
Ceará-Mirim: situação reconhecida pelo governo federal
Parnamirim: situação reconhecida pelo governo federal
Canguaretama: solicitação de recursos aprovada
Touros: situação reconhecida pelo governo federal
Tibau do Sul
Taipu
São Gonçalo do Amarante: situação reconhecida pelo governo federal
Ielmo Marinho
Nísia Floresta: situação reconhecida pelo governo federal
Várzea
Nova Cruz
Montanhas
Boa Saúde
Jundiá
Espírito Santo
Brejinho
Pedro Velho
São Pedro

(Situação até as 18h de 12 de Julho de 2022)

 

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

 

Veja os municípios do RN que estão em estado de emergência por causa das chuvas

Preservar a vida das pessoas e oferecer assistência aos desabrigados pelas chuvas. É com esse objetivo que o Governo do Estado do Rio Grande do Norte instalou na noite desta sexta-feira (8) o Gabinete de Gestão Integrada (GGI), envolvendo as forças de segurança pública do estado (Secretaria de Segurança, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros Militar, e Polícia, e todos os demais órgãos do estado. A instalação aconteceu no auditório da Escola de Governo, na Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), com a presença das forças armadas, através dos representantes dos comandantes militares de área.

A instalação desse comitê foi determinada na manhã desta sexta e prontamente instalada para trabalharmos de forma integrada na preservação de vidas e no apoio aos atingidos”, afirmou o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Coronel Araújo.

Na primeira reunião, foi discutida a intensificação das ações para retirada das pessoas em áreas alagadas e de risco, a fiscalização e manutenção em áreas de risco nas estradas, apoio técnico e operacional da Defesa Civil Estadual à Defesa Civil dos municípios, monitoramento das bacias hidrográficas e do clima.

Diante da ocorrência de chuvas intensas no estado, já são 1.314 o número de desabrigados no Rio Grande do Norte. Até o final da tarde desta sexta-feira (8/7), dos municípios atingidos, nove tinham encaminhado decretos de situação de emergência e dois, estado de calamidade pública – Ielmo Marinho e Pedro Velho, conforme números preliminares da Defesa Civil do RN. O sistema de monitoramento registrava também 1.354 desalojados e mais de 73 mil afetados.

Em edição extra do Diário Oficial, o Governo do Estado decretou estado de emergência em 16 municípios: Natal, Ceará Mirim, São Gonçalo do Amarante, Macaíba, Parnamirim, Nísia Floresta, Extremoz, Touros, Nova Cruz, Canguaretama, Montanhas, Várzea, Espirito Santo, Pedro Velho, Tibau do Sul, Ielmo Marinho.

A ação vai permitir a atuação menos burocratizada dos órgãos estaduais no apoio aos municípios abrangendo a Defesa Civil Estadual, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Militar, Polícia Civil, Secretarias de Infraestrutura, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Trabalho, Habitação e Assistência Social, Comunicação, Instituto de Águas do RN, DER, Idema.

Segundo o coordenador da Defesa Civil Estadual, Coronel Marcos Carvalho, o Agreste e o Litoral foram as regiões mais atingidas com a ocorrência de chuvas em mais de 100 municípios do estado. O Rio Curimataú transbordou deixando desabrigados em Nova Cruz, Pedro Velho e Canguaretama.

Nesse momento, a situação é relativamente tranquila, as pessoas desalojadas estão em casas de parentes ou abrigos, recebem assistência dos municípios, com o apoio da Assistência Social do Estado. Temos uma videoconferência programada para 22h para discutir e alinhar as ações e levantamentos, para amanhã muito cedo termos um panorama mais próximo do certo”, explicou Coronel Araújo.

Neste sábado, equipe do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil chega aos municípios de Nova Cruz, Pedro Velho e Canguaretama com ações humanitárias de atendimento e distribuição de alimentos aos desabrigados.

Acesso o decreto através do link no Diário Oficial do Estado.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

Veja as mais de 60 cidades potiguares que estão com alerta de chuvas

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu nesta terça-feira, 6/7, mais um aviso de mau tempo que abrange cidades de quatro estados do Nordeste. No Rio Grande do Norte, 61 municípios estão na lista. A previsão, no entanto, é que as chuvas não devam superar os 50mm por dia.

Pelo alerta do Inmet, apesar da previsão de chuvas em níveis menores das que foram registradas no fim de semana, há riscos de alagamentos e pequenos deslizamentos, principalmente em cidades com áreas de risco e que já tenham sido afetadas em sua estrutura com as chuvas históricas do fim de semana.

Confira cidades que estão sob alerta de chuvas de acordo com o Inmet:

Alto do Rodrigues

Areia Branca

Arês

Baía Formosa

Bento Fernandes

Bom Jesus

Brejinho

Caiçara do Norte

Canguaretama

Carnaubais

Ceará-Mirim

Espírito Santo

Extremoz

Galinhos

Goianinha

Guamaré

Ielmo Marinho

Jandaíra

Januário Cicco

Jardim de Angicos

João Câmara

Jundiá

Lagoa de Pedras

Lagoa Salgada

Lajes

Macaíba

Macau

Maxaranguape

Montanhas

Monte Alegre

Natal

Nísia Floresta

Nova Cruz

Parazinho

Parnamirim

Passagem

Pedra Grande

Pedra Preta

Pedro Avelino

Pedro Velho

Pendências

Poço Branco

Porto do Mangue

Pureza

Rio do Fogo

Santa Maria

Santo Antônio

São Bento do Norte

São Gonçalo do Amarante

São José de Mipibu

São Miguel do Gostoso

São Pedro

Senador Georgino Avelino

Serrinha

Taipu

Tibau do Sul

Touros

Várzea

Vera Cruz

Vila Flor

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

Veja em quais municípios potiguares choveu mais no final de semana

Terceiro final de semana seguido com chuvas em todas as regiões do Rio Grande do Norte. O maior acumulado foi registrado no município de Jucurutu, no Oeste Potiguar, com 62,2 milímetros (mm); Na região Leste, Parnamirim com 41,1 mm, foi o município que mais choveu Região Leste; Tangará 25,3 mm, na Região Agreste e Afonso Bezerra 15,8mm, na Região Central. Os dados são Sistema de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) referente ao período das 07h da manhã da sexta (18), até o mesmo horário desta segunda-feira (21).

“O mês de março segue com bons volumes de chuvas conforme previstos. Até o momento (21/03), os acumulados estão acima de 10% em comparação a climatologia para o período analisado”, comentou o chefe da unidade de Meteorologia, Gilmar Bristot.

A atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCTI) no território do Rio Grande do Norte, associado às temperaturas mais elevadas dos oceanos, condições que ocorrem desde o início do mês, determinaram a ocorrência da chuva no período.

De acordo com as análises dos pesquisadores, a chuva vai continuar no RN até domingo (27). “ Amanhã (22), a previsão é de chuvas em todo o estado com maiores volumes nas regiões Oeste e Mossoró. As condições são favoráveis para ocorrência de chuvas durante a semana”, completou Bristot.

Para essa semana, as temperaturas devem variar entre 22°C, durante as madrugadas e 32ºC nas tardes, na região do Litoral. Já no interior do estado, a previsão é de 20°C a 34°C.

O boletim pluviométrico completo pode ser acessado em emparn.rn.gov.br

Previsão dia a dia- 21 a 27 de março de 2022

21/03/22 – segunda-feira – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.

22/03/22 – terça-feira – Céu nublado com trovoadas nas regiões do Alto Oeste e de Mossoró. Demais regiões, céu parcialmente nublado com chuvas.

23/03/22 – quarta-feira – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.

24/03/22 – quinta-feira – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.

25/03/22 – sexta-feira – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.

26/03/22 – sábado – Céu nublado com trovoadas nas regiões do Litoral e do Vale do Açu. Demais regiões, céu parcialmente nublado com chuvas.

27/03/22 – domingo – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Veja as 128 cidades do RN com alerta de chuvas com perigo potencial

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta de chuvas com perigo potencial para 128 cidades do Rio Grande do Norte e que podem ocorrer desde esta segunda-feira, 14/3, até as 11h de manhã (15/3).

Nesse nível, são previstas chuvas entre 20 e 30 milímetros por hora ou até 50 mm por dia, além de ventos intensos – de 40 a 60 km/h.

Nesse tipo de chuva de perigo potencial, há baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas, de acordo com o Inmet.

O órgão recomenda que, em caso de rajadas de vento, as pessoas não se abriguem debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas, e que não estacionem veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Além disso, é aconselhado evitar usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

 

Veja lista de cidades do RN

  1. Acari
  2. Açu
  3. Afonso Bezerra
  4. Água Nova
  5. Alexandria
  6. Almino Afonso
  7. Alto do Rodrigues
  8. Angicos
  9. Antônio Martins
  10. Apodi
  11. Areia Branca
  12. Arês
  13. Campo Grande
  14. Baía Formosa
  15. Baraúna
  16. Barcelona
  17. Bento Fernandes
  18. Bodó
  19. Bom Jesus
  20. Brejinho
  21. Caiçara do Norte
  22. Caiçara do Rio do Vento
  23. Caicó
  24. Campo Redondo
  25. Canguaretama
  26. Caraúbas
  27. Carnaúba dos Dantas
  28. Carnaubais
  29. Ceará-Mirim
  30. Cerro Corá
  31. Coronel Ezequiel
  32. Coronel João Pessoa
  33. Cruzeta
  34. Currais Novos
  35. Doutor Severiano
  36. Encanto
  37. Equador
  38. Espírito Santo
  39. Extremoz
  40. Felipe Guerra
  41. Fernando Pedroza
  42. Florânia
  43. Francisco Dantas
  44. Frutuoso Gomes
  45. Galinhos
  46. Goianinha
  47. Governador Dix-Sept Rosado
  48. Grossos
  49. Guamaré
  50. Ielmo Marinho
  51. Ipanguaçu
  52. Ipueira
  53. Itajá
  54. Itaú
  55. Jaçanã
  56. Jandaíra
  57. Janduís
  58. Januário Cicco
  59. Japi
  60. Jardim de Angicos
  61. Jardim de Piranhas
  62. Jardim do Seridó
  63. João Câmara
  64. João Dias
  65. José da Penha
  66. Jucurutu
  67. Jundiá
  68. Lagoa d’Anta
  69. Lagoa de Pedras
  70. Lagoa de Velhos
  71. Lagoa Nova
  72. Lagoa Salgada
  73. Lajes
  74. Lajes Pintadas
  75. Lucrécia
  76. Luís Gomes
  77. Macaíba
  78. Macau
  79. Major Sales
  80. Marcelino Vieira
  81. Martins
  82. Maxaranguape
  83. Messias Targino
  84. Montanhas
  85. Monte Alegre
  86. Monte das Gameleiras
  87. Mossoró
  88. Natal
  89. Nísia Floresta
  90. Nova Cruz
  91. Olho d’Água do Borges
  92. Ouro Branco
  93. Paraná
  94. Paraú
  95. Parazinho
  96. Parelhas
  97. Parnamirim
  98. Passa e Fica
  99. Passagem
  100. Patu
  101. Pau dos Ferros
  102. Pedra Grande
  103. Pedra Preta
  104. Pedro Avelino
  105. Pedro Velho
  106. Pendências
  107. Pilões
  108. Poço Branco
  109. Portalegre
  110. Porto do Mangue
  111. Pureza
  112. Rafael Fernandes
  113. Rafael Godeiro
  114. Riacho da Cruz
  115. Riacho de Santana
  116. Riachuelo
  117. Rio do Fogo
  118. Rodolfo Fernandes
  119. Ruy Barbosa
  120. Santa Cruz
  121. Santa Maria
  122. Santana do Matos
  123. Santana do Seridó
  124. Santo Antônio
  125. São Bento do Norte
  126. São Bento do Trairí
  127. São Fernando
  128. São Francisco do Oeste

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Veja como estão as negociações para pagamento do piso em 14 cidades do RN

Além dos cerca de 50 municípios onde os professores conquistaram o reajuste do piso, em outras 14, seguem as negociações, embora os prefeitos dessas cidades tenham oferecido propostas com percentuais muito abaixo daqueles definidos na lei. O número é pequeno, mas representa um alento no total de cidades que deverão cumprir a lei.

O cenário mostra, no entanto, que será necessária muita luta dos docentes para efetivar essa conquista, com mobilizações, protestos e greves. Veja como está a negociação nessas cidades:

  1. Governador Dix-sept Rosado: prefeitura ofereceu 13%, professores rejeitaram em assembleia e nessa semana deve acontecer mais uma rodada de negociações.
  2. Campo Grande colocou 13% no contra cheque desse mês e a categoria não aceitou. Próxima sexta-feira tem assembleia com indicativo de greve.
  3. Fernando Pedroza também ofereceu 13,16% no contra cheque desse mês e a categoria rejeito. Na próxima terça-feira tem assembleia com indicativo de greve.
  4. Rafael Godeiro quer dar 13% e os professores rechaçaram. Próxima sexta-feira tem reunião com a prefeita.
  5. Tibau vai ter reunião com a prefeitura próxima terça-feira para ver a proposta.
  6. Santana do Seridó quer dar 15%, mas os docentes recusaram. O sindicato dos servidores aguarda uma reunião com a gestão.
  7. Em Afonso Bezerra foram iniciadas as negociações. Nessa semana haverá reunião dos trabalhadores com a gestão.
  8. Em Macaíba, o prefeito quer conceder apenas 12,85%. Uma reunião está agendada para amanhã, às 14h.
  9. Paraú ofereceu apenas 16,16%, sendo 3% em abril, 3% em maio e 3% em junho e o restante até dezembro. Proposta foi recusada pela categoria, que deverá entrar em greve.
  10. Em Afonso Bezerra, a proposta é de apenas 11,16%. Recusa dos docentes e expectativa de paralisação.
  11. Em Caiçara do Rio dos Ventos, o percentual oferecido pela prefeitura foi de 10,16%, também recusada pelos professores.
  12. São Rafael ofereceu 6% e uma nova reunião entre prefeitura e trabalhadores está prevista para amanhã.
  13. Messias Targino pagou 13,24% em fevereiro. Depois disso, a prefeita Shirley Targino silenciou sobre o restante e o retroativo. Categoria busca ser recebido pela gestão.
  14. Em Baraúna, inicialmente, a prefeitura ofereceu 6%, proposta rejeitada pelos professores, muito distante do que os docentes pleiteiam. A categoria apresentou como contraproposta um índice de 27%. Uma nova rodada de negociação está marcada para a próxima quarta-feira.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Municípios do RN vão enfrentar ondas de greve por causa do reajuste do piso

Prefeitos de municípios potiguares deverão enfrentar, a partir de fevereiro, uma grande onda de greves dos professores caso não respeitem o reajuste do Piso Salarial Nacional Profissional do Magistério. Encaminhamento nesse sentido foi tomado por servidores e lideranças sindicais em reunião da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Rio Grande do Norte (FETAM/RN) ocorrida na tarde-noite desta sexta-feira, 21/1.

No encontro, realizado de forma remota, os participantes firmaram o entendimento que, independente das narrativas falaciosas criadas pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) a lei 11.738/2008, que criou o piso segue em vigência e, por isso, deve ser respeitada, inclusive com a obrigação dos gestores de pagarem o percentual de 33,23% de reajuste conforme portarias interministeriais dos Ministérios da Economia e da Educação.

“Não é porque o presidente diz que a lei não está valendo que ela deixou de ter vigência, assim como a terra não deixou de ser redonda porque ele defende que seja”, argumentou o advogado Liécio Nogueira, assessor jurídico da FETAM/RN.

Ficou definido entre os participantes que a mobilização dos trabalhadores da educação já será iniciada e a partir de 31 de janeiro, nas cidades em que os prefeitos não cumprirem a lei serão iniciadas as tratativas para a deflagração da greve.

“O piso foi resultado de muita luta. Garantir o seu respeito e o cumprimento do reajuste também exigirá de cada um de nós ainda mais. E estamos todos prontos para lutar”, destacou o professor Francisco de Assis Gomes Filho, presidente da FETAM/RN.

Presente à reunião, a deputada federal Natália Bezerra (PT/RN) disse que seu mandato e a bancada do  PT estão atentos para tentar derrubar qualquer tentativa golpista do presidente para tentar anular o piso docente. Mas alertou, é necessária a mobilização em cada cidade de cada Estado para que a sanha golpista seja inibida. “Estamos à disposição dos trabalhadores da educação para essa luta”, reafirmou.

Antes do debate e dos encaminhamentos, os municipais apresentaram um panorama de como está a disposição dos prefeitos nas cidades potiguares em relação ao pagamento do reajuste. Em nenhuma das cidades citadas na reunião se vislumbra, até agora, disposição dos gestores para respeitar a lei. “Vamos conquistar com muita luta, como tem sido ao longo da nossa trajetória”, finalizou Francisco de Assis Gomes Filho.

Além da mobilização, outras ações também estarão sendo realizadas pelos trabalhadores e sindicatos para garantir que a lei seja respeitada.

 

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Veja municípios do RN onde choveu nas últimas horas

Choveu em 98 municípios potiguares nas últimas horas. Os dados da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) apontam que a cidade com maior volume de chuvas foi registrado em Parelhas, com 81.2 milímetros.

A região com maior número de cidades com precipitações foi o Oeste, com 54. Nessa região, o município com maior índice pluviométrico foi Umarizal, com 75 mm. Os dados se referem ao período das 18hda quarta-feira, 12/1 às 18h da quinta-feira, 13/1.

 

Agreste

  1. João Câmara – 14.3
  2. Japi – 9.4
  3. Poço Branco – 7.2
  4. Parazinho – 5.6
  5. Monte das Gameleiras – 1.2
  6. Ielmo Marinho – 1.0
  7. Boa Saúde – 0.6
  8. Lagoa d’Anta – 0.2

 

Região Central

  1. Parelhas – 81.2
  2. Santana do Seridó – 31.0
  3. Caicó – 27.6
  4. Timbaúba dos Batistas – 25.8
  5. Santana do Matos – 22.6
  6. Caiçara do Rio do Vento – 22.0
  7. Pedro Avelino – 21.3
  8. Jardim do Seridó – 16.5
  9. Acari – 14.6
  10. Jardim do Seridó – 13.6
  11. Guamaré – 12.6
  12. São José do Seridó – 12.0
  13. Florânia – 9.2
  14. Fernando Pedroza – 8.2
  15. São João do Sabugi – 7.5
  16. Lajes – 6.8
  17. São João do Sabugi – 6.2
  18. Angicos – 4.4
  19. São José do Seridó – 4.3
  20. Pedro Avelino – 3.8
  21. Cruzeta – 2.2
  22. Ouro Branco – 1.8
  23. Tenente Laurentino Cruz – 1.6
  24. Ipueira – 1.2
  25. Currais Novos – 0.8
  26. Florânia – 0.6
  27. Cerro Corá – 0.4
  28. Currais Novos – 0.4
  29. São José do Seridó – 0.4
  30. Serra Negra do Norte – 0.2

 

Leste

  1. Pureza – 16.0
  2. Vila Flor – 10.2
  3. Pedro Velho – 5.6
  4. Arez – 2.2
  5. Montanhas – 0.6
  6. Extremoz – 0.2
  7. Touros – 0.2

 

Oeste

  1. Umarizal – 75.0
  2. Umarizal – 56.0
  3. Riacho da Cruz – 54.0
  4. Itaú – 41.4
  5. Rafael Fernandes – 39.8
  6. Campo Grande – 38.5
  7. Francisco Dantas – 38.0
  8. Rafael Godeiro – 30.5
  9. Major Sales – 27.1
  10. São Francisco do Oeste – 27.0
  11. Alexandria – 26.8
  12. Patu – 26.8
  13. Francisco Dantas – 26.0
  14. Severiano Melo – 25.6
  15. Rodolfo Fernandes – 23.0
  16. Pendências – 20.4
  17. Antônio Martins – 19.0
  18. João Dias – 18.5
  19. Antônio Martins – 18.4
  20. Viçosa – 17.8
  21. Luís Gomes – 17.0
  22. Tenente Ananias – 16.0
  23. Taboleiro Grande – 12.4
  24. Almino Afonso – 11.4
  25. Lucrécia – 11.2
  26. Itajá – 11.0
  27. Olho d’Água do Borges – 11.0
  28. Portalegre – 10.8
  29. Coronel João Pessoa – 10.5
  30. Alto do Rodrigues – 10.0
  31. José da Penha – 9.9
  32. José da Penha – 9.8
  33. Olho d’Água do Borges – 9.8
  34. Porto do Mangue – 9.2
  35. Jucurutu – 8.6
  36. Porto do Mangue – 8.5
  37. Baraúna – 8.4
  38. Pau dos Ferros – 8.0
  39. Areia Branca – 7.8
  40. Carnaubais – 7.6
  41. Martins – 7.0
  42. Jucurutu – 5.7
  43. Coronel João Pessoa – 5.6
  44. Alto do Rodrigues – 4.8
  45. Grossos – 3.8
  46. Encanto – 3.2
  47. Triunfo Potiguar – 2.6
  48. Venha-Ver – 1.4
  49. Mossoró – 1.0
  50. Serrinha dos Pintos – 0.8
  51. Caraúbas – 0.7
  52. Caraúbas – 0.6
  53. Serra do Mel – 0.2

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

RN já tem 4 municípios com carnaval cancelado

A pandemia da covid está fazendo com que a realização do carnaval este ano fique em xeque. Em todo o país, 11 capitais já decidiram que não vão realizar a festa de momo. Além do novo surto da doença, a epidemia de gripe também é outro motivo a justificar a não realização dos festejos.

No Rio Grande do Norte, pelo menos 4 cidades já decidiram que não vão realizar o carnaval. O primeiro deles a se pronunciar foi Tibau. Na última terça-feira, Apodi também informou que não vai promover festa carnavalesca.

Em contato com o Blog Na Boca da Noite, a prefeitura de Mossoró confirmou que nãop vai realizar. “Em virtude da pandemia da Covid-19, somada aos casos de gripes registrados, o município não realizará festejos de carnaval em 2022”, informou a prefeitura.

A Prefeitura de Alexandria também informou que não vai promover carnaval. Os argumentos são os mesmos: novo avanço da pandemia da covid, confirmação de casos pela variante ômicron e surto de gripe.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com