nabocadanoite.com.br
Seja bem vindo
Veja municípios do RN onde choveu nas últimas horas

Choveu em 98 municípios potiguares nas últimas horas. Os dados da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) apontam que a cidade com maior volume de chuvas foi registrado em Parelhas, com 81.2 milímetros.

A região com maior número de cidades com precipitações foi o Oeste, com 54. Nessa região, o município com maior índice pluviométrico foi Umarizal, com 75 mm. Os dados se referem ao período das 18hda quarta-feira, 12/1 às 18h da quinta-feira, 13/1.

 

Agreste

  1. João Câmara – 14.3
  2. Japi – 9.4
  3. Poço Branco – 7.2
  4. Parazinho – 5.6
  5. Monte das Gameleiras – 1.2
  6. Ielmo Marinho – 1.0
  7. Boa Saúde – 0.6
  8. Lagoa d’Anta – 0.2

 

Região Central

  1. Parelhas – 81.2
  2. Santana do Seridó – 31.0
  3. Caicó – 27.6
  4. Timbaúba dos Batistas – 25.8
  5. Santana do Matos – 22.6
  6. Caiçara do Rio do Vento – 22.0
  7. Pedro Avelino – 21.3
  8. Jardim do Seridó – 16.5
  9. Acari – 14.6
  10. Jardim do Seridó – 13.6
  11. Guamaré – 12.6
  12. São José do Seridó – 12.0
  13. Florânia – 9.2
  14. Fernando Pedroza – 8.2
  15. São João do Sabugi – 7.5
  16. Lajes – 6.8
  17. São João do Sabugi – 6.2
  18. Angicos – 4.4
  19. São José do Seridó – 4.3
  20. Pedro Avelino – 3.8
  21. Cruzeta – 2.2
  22. Ouro Branco – 1.8
  23. Tenente Laurentino Cruz – 1.6
  24. Ipueira – 1.2
  25. Currais Novos – 0.8
  26. Florânia – 0.6
  27. Cerro Corá – 0.4
  28. Currais Novos – 0.4
  29. São José do Seridó – 0.4
  30. Serra Negra do Norte – 0.2

 

Leste

  1. Pureza – 16.0
  2. Vila Flor – 10.2
  3. Pedro Velho – 5.6
  4. Arez – 2.2
  5. Montanhas – 0.6
  6. Extremoz – 0.2
  7. Touros – 0.2

 

Oeste

  1. Umarizal – 75.0
  2. Umarizal – 56.0
  3. Riacho da Cruz – 54.0
  4. Itaú – 41.4
  5. Rafael Fernandes – 39.8
  6. Campo Grande – 38.5
  7. Francisco Dantas – 38.0
  8. Rafael Godeiro – 30.5
  9. Major Sales – 27.1
  10. São Francisco do Oeste – 27.0
  11. Alexandria – 26.8
  12. Patu – 26.8
  13. Francisco Dantas – 26.0
  14. Severiano Melo – 25.6
  15. Rodolfo Fernandes – 23.0
  16. Pendências – 20.4
  17. Antônio Martins – 19.0
  18. João Dias – 18.5
  19. Antônio Martins – 18.4
  20. Viçosa – 17.8
  21. Luís Gomes – 17.0
  22. Tenente Ananias – 16.0
  23. Taboleiro Grande – 12.4
  24. Almino Afonso – 11.4
  25. Lucrécia – 11.2
  26. Itajá – 11.0
  27. Olho d’Água do Borges – 11.0
  28. Portalegre – 10.8
  29. Coronel João Pessoa – 10.5
  30. Alto do Rodrigues – 10.0
  31. José da Penha – 9.9
  32. José da Penha – 9.8
  33. Olho d’Água do Borges – 9.8
  34. Porto do Mangue – 9.2
  35. Jucurutu – 8.6
  36. Porto do Mangue – 8.5
  37. Baraúna – 8.4
  38. Pau dos Ferros – 8.0
  39. Areia Branca – 7.8
  40. Carnaubais – 7.6
  41. Martins – 7.0
  42. Jucurutu – 5.7
  43. Coronel João Pessoa – 5.6
  44. Alto do Rodrigues – 4.8
  45. Grossos – 3.8
  46. Encanto – 3.2
  47. Triunfo Potiguar – 2.6
  48. Venha-Ver – 1.4
  49. Mossoró – 1.0
  50. Serrinha dos Pintos – 0.8
  51. Caraúbas – 0.7
  52. Caraúbas – 0.6
  53. Serra do Mel – 0.2

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Acumulado de chuvas em dezembro de 2021 foi o maior para o mês dos últimos 30 anos

Levantamento da Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural (SEADRU) mostrou que o acumulado de chuvas em dezembro de 2021 foi o maior para o mês nos últimos 30 anos em Mossoró.

De acordo com o professor de Ciências Naturais e Exatas, Alciomar Lopes, o acumulado deste último mês do ano chegou a 71,3 milímetros e ultrapassou o maior volume que era de pouco mais de 30mm.

“O acumulado de dezembro chegou a 71,3mm e passou a ser o maior volume para o mês dos últimos 30 anos. Isso é maravilhoso e indica que, provavelmente, ou com quase certeza, que teremos um bom período chuvoso no próximo ano”, comemorou o professor.

Segundo Alciomar, o fator que ocasionou o alto acumulado de pluviometria em dezembro de 2021 na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte foi o esfriamento das águas do Oceano Pacífico Equatorial jogando massa de ar frio para o continente.

“Essa massa de ar frio veio se deslocando do Amazonas, Maranhão, Piauí, Ceará e chegou ao Rio Grande do Norte. Ela convergiu-se com a alta temperatura da nossa região provocando as chuvas que vimos”, disse Alciomar Lopes que ainda destacou outros fatores para a antecipação das precipitações no município em dezembro.

“Além do esfriamento das águas do Pacífico Equatorial e da massa de ar frio que chegaram nos sentidos da Amazonas e da Bahia, temos ainda formação do fenômeno La Niña. Esses fatores antecipados, que geralmente ocorrem em janeiro, favoreceram um volume pluviométrico elevado em Mossoró nesse mês de dezembro que se encerra nesta sexta-feira”, explicou.

O professor Alciomar Lopes também destacou outro ponto positivo quando há chuvas ocorridas no mês de dezembro em Mossoró. “Temos um dado aqui na Secretaria que mostra que dos 14 dezembros dos últimos 30 anos que ocorreram chuvas, 78% dos anos seguintes foram acima da média”.

Segundo ele, a média destes 14 dezembros que houve pluviometria ficou em 14,9mm. Se reunir os dezembros que choveram e não choveram nas três últimas décadas, a média para o mês fica apenas em 6,9mm.

 

Nosso e-mail: redacaonabocadanoite@gmail.com

 

 

Veja em quais municípios do RN choveu

As chuvas deste domingo, 26/12, atingiram 94 municípios potiguares, segundo dados da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn). O Oeste foi a região com maior número de cidades com precipitações, 33 no total.

De acordo com a Emparn, o maior volume de chuvas foi registrado em José da Penha, no Alto Oeste Potiguar, com 74,4 mm. Em Luís Gomes, também no Alto Oeste, os pluviômetros marcaram 67,6 mm.

Outro município da região Oeste que também registrou mais de 50 mm de precipitação, foi Almino Afonso, com 51,4 mm.

Também houve registro de chuvas nas regiões Agreste, Central e Leste.

No agreste, Sítio Novo registrou 30,4 mm; na região Central o maior volume foi registrado em Ipueira, que teve 46,6 mm; e no Leste Potiguar, Macaíba teve chuva de 24,2 mm.

Em Mossoró a chuva começou no fim da noite de domingo e se estendeu pela madrugada desta segunda-feira, 27/12. Foram 39 mm. Veja os municípios do Oeste que tiveram precipitações

 

Chuvas na região Oeste

José da Penha – 74,4 mm

Luís Gomes – 67,6 mm

Almino Afonso – 51,4 mm

João Dias – 49,7 mm

Rafael Fernandes – 44,5 mm

Martins – 42,8 mm

Encanto – 41 mm

Severiano Melo – 40 mm

Mossoró – 39 mm

Coronel João Pessoa – 34,4 mm

Antônio Martins – 32,2 mm

Jucurutu – 31,2 mm

Taboleiro Grande – 30,8 mm

Venha-Ver – 30,8 mm

Itaú – 29,6 mm

Patu – 29 mm

Felipe Guerra – 28,2 mm

Porto do Mangue – 27,8 mm

Serra do Mel – 27,4 mm

Umarizal – 25,4 mm

Alexandria – 22,6 mm

Grossos – 22,6 mm

Umarizal – 20 mm

Olho d’Água do Borges – 19,4 mm

Paraú – 19,4 mm

Francisco Dantas – 17 mm

Caraúbas – 13 mm

Alto do Rodrigues – 10,2 mm

Pendências – 10,2 mm

Itajá – 10 mm

Baraúna – 6,6 mm

Carnaubais – 6 mm

Portalegre – 0,2 mm

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com