Policiais civis da 76ª Delegacia de Alexandria (76ª DP) deflagraram uma operação, nesta sexta-feira (22/3), que resultou no cumprimento de dois mandados de prisão pelo crime de estupro de vulnerável, no município de Alexandria/RN.

O primeiro preso, de 20 anos, foi autor de um estupro de vulnerável, no dia 2 de janeiro de 2024, com pena aumentada por ser praticado de forma coletiva, em concurso com o crime de divulgação de cena de nudez e estupro. Na oportunidade, ele usou uma garrafa de vidro enquanto a vítima estava desacordada. Além disso, toda a cena foi filmada por ele e a imagem circulou nas redes sociais. A ação causou uma lesão na região genital da mulher, o que foi comprovado pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP).

O segundo alvo da operação foi um homem investigado pelo crime de tráfico de drogas, de 26 anos. Ele foi preso em flagrante no começo do mês, quando acusou os policiais falsamente de agressão física na audiência de custódia e ainda os ameaçou após ser liberado. Além disso, ele ainda invadiu a casa das pessoas que o haviam denunciado e as ameaçou de morte. Diante disso, a pedido da autoridade policial, a Justiça decretou sua prisão preventiva.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

 

 
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

De Volta ao Topo