Um homem natural de Baraúna é preso em Fortaleza, por ajudar na fuga da penitenciária de Mossoró
Mais um suspeito de ajudar os dois fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, foi preso no Ceará. O homem foi localizado pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado no Ceará (Ficco) em uma pousada na Praia do Futuro, em Fortaleza, na última segunda-feira (1º).

As buscas por Deibson Cabral Nascimento, conhecido como ‘Tatu’, e Rogério da Silva Mendonça, o ‘Martelo’, que envolvem forças federais e estaduais do Rio Grande do Norte e do Ceará, já somam 48 dias, nesta terça-feira (2).

A Polícia Federal (PF) divulgou a última prisão na noite de segunda-feira. Conforme a PF, a Ficco cumpriu um mandado de prisão preventiva pelo crime de integrar organização criminosa contra um homem de 25 anos, que estava em uma pousada na Praia do Futuro, em Fortaleza.

A reportagem apurou, com fonte da PF, que o suspeito preso se trata de João Victor Xavier da Cunha, natural de Baraúna (Rio Grande do Norte). Ele é comparsa de Nícolas Rodrigues Alves, conhecido como ‘Homem de Pedra’ ou ‘Deputado’, que já havia sido preso pela Ficco em Fortaleza, no dia 8 de março deste ano. A dupla é suspeita de integrar uma facção criminosa carioca que tem atuação em todo o Brasil.

FONTE Diário do Nordeste

 
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

De Volta ao Topo