No dia 30 de junho deste ano foram emplacados no Brasil 27 mil veículos. O maior número já registrado para um único dia no país. Durante o mês de junho, a venda de veículos leves cresceu 14% em relação a maio, mesmo percentual se comparado com os números de junho do ano passado. A informação é do vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, que, nesta sexta-feira (7), apresentou o balanço do programa de descontos para o setor automotivo. Segundo o ministro, esses números ainda devem melhorar.

Geraldo Alckmin disse ainda que o programa de redução de impostos para incentivar a compra de carros populares encerra com o limite de R$ 500 milhões, conforme previsto na Medida Provisória.

O ministro também trouxe dados sobre os resultados para o programa de renovação da frota de veículos pesados, com crédito tributário entre R$ 33 mil e R$ 99 mil. Alckmin salientou que, por causa das novas regras do Conselho Nacional do Meio Ambiente, que exigiram a troca dos motores por modelos menos poluentes, e começaram a valer este ano, deixou ônibus e caminhões novos entre 15 e 30% mais caros.

Por isso, Alckmin acredita que os reflexos nas vendas vão levar mais tempo para aparecer. O vice-presidente da República defende a permanência desse programa.

O ministro acrescentou que o anúncio de 20% de aumento no financiamento do próximo Plano Safra, também vai favorecer a venda de novos veículos, no caso, de tratores agrícolas.

 
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

De Volta ao Topo