nabocadanoite.com.br
Seja bem vindo
Prefeitura passa por ajustes em equipe de auxiliares

A prefeitura de Baraúna está passando por ajustes na equipe de auxiliares da gestão municipal. A prefeita Divanize Oliveira (PSD) publicou portaria exonerando os ocupantes de cargos comissionados. Também foram rescindidos os contratos temporários.  O objetivo é reorganizar a equipe e fazer ajustes pontuais.

De acordo com informações colhidas pelo Blog Na Boca da Noite, a ideia é melhor organizar a equipe com objetivo de privilegiar a eficiência administrativa, preservando recursos para garantir a realização de obras e investimentos em benefício de toda a população.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Mais uma cidade do RN anuncia que não vai realizar carnaval

A prefeitura de Apodi anunciou nesta terça-feira, 4/1, por meio de nota assinada pela Secretaria Municipal de Turismo, Esporte, Juventude e Lazer, que não vai realizar carnaval este ano.
De acordo com o município, a não realização da festa se dá em virtude da pandemia da covid, sobretudo em face do surgimento da variante ômicron. A prefeitura aponta ainda a onda de gripe como outro impeditivo à realização dos festejos carnavalescos.
Apodi é mais uma cidade potiguar a anunciar que não vai realizar o carnaval, a exemplo da prefeitura de Tibau.

Veja a nota da Prefeitura de Apodi:

 

“A Prefeitura de Apodi, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte, Juventude e Lazer, considerando o zelo pela saúde pública, a necessidade de se evitar grandes aglomerações, em virtude da circulação do vírus Sarscov 2 e de suas variantes, anunciadas pela OMS, a existência de uma nova variante da Covid-19 (ômicron), dando ênfase sobre a chamada quarta onda da doença; o alerta de pesquisadores que reforçam a necessidade do país não relaxar precocemente as medidas de distanciamento e de proteção; considerando ainda a confirmação, por parte da SESAP, da presença da variação Ômicron do novo Coronavírus, e do surto de INFLUENZA com nova variante (H3N2), dada a grandiosidade do nosso tradicional carnaval de rua, que reúne cerca de 40 mil pessoas, sendo um carnaval totalmente público que conta com foliões de várias cidades e estados diferentes, o que dificultaria as ações e controles sanitários no município. Sendo o carnaval apontado por pesquisadores, especialistas e pela comunidade cientifica como ocasião propicia para o contágio com o novo Coronavírus, causador da Covid-19, a Prefeitura de Apodi confirma que NÃO REALIZARÁ a tradicional festa de carnaval de rua em 2022”.

Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura de Apodi – ASCOM

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Busca por atendimentos por sintomas gripais bate recorde na UPA

Com a chegada das chuvas no Estado, em especial em Mossoró, vem sendo registrado aumento no número de doenças respiratórias, como gripes e resfriados, nesses primeiros dias de 2022. Essa constatação baseia-se no aumento da procura por atendimentos nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do município. No entanto, a UPA do bairro Belo Horizonte, unidade referência no atendimento a pacientes com doenças que envolvem o sistema respiratório, está mobilizada para atender à população.

Na segunda-feira (3/12), a unidade prestou assistência a 470 pessoas que buscaram atendimento com queixas de sintomas de gripe. Segundo o diretor da UPA do Belo Horizonte, João Batista de Andrade, a equipe da unidade está atenta e comprometida com a assistência aos pacientes. Contudo, devido ao aumento na procura por parte da população, a equipe deverá ser ampliada. “Fizemos solicitação à Secretaria de Saúde para ampliação da equipe com o objetivo melhorar o atendimento à população”, destacou.

A médica Sâmara Pinto, que atende na UPA do BH, reforça que neste período do ano é comum a ocorrência de doenças respiratórias e alerta para os cuidados que devem ser adotados pela população para evitar o contágio. “Todo ano, neste período, é muito comum o surgimento de gripes e resfriados e esse fator tem muita relação com a chegada das chuvas. E é importante que a população tome os cuidados devidos para evitar o contágio”, ressaltou.

Sâmara Pinto destaca a pertinência dos cuidados que devem ser adotados pela população. Segundo a médica, os sintomas de gripe e resfriado são muito semelhantes aos da Covid-19 e adianta que os cuidados com o contágio também devem ser os mesmos. “Usar máscara, manter o distanciamento evitando aglomerações e higienizar as mãos com mais frequência são cuidados que podem contribuir para evitar o contágio” orientou.

Com relação ao tratamento, em casos de gripes e resfriados, Sâmara explica que é aconselhável manter o corpo hidratado com a ingestão de água, repouso e, em casos de dor e febre, adotar uma medicação prescrita pelo médico. “É importante que a população identifique os sintomas e, em casos leves que envolvem coriza e indisposição, procurar primeiro a UBS e somente se dirigir à unidade de referência em casos mais graves para evitar aglomerações e contágios”, alertou.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Rompimento entre primos levanta suspeitas no mundo político

O mundo político potiguar foi surpreendido essa semana com a oficialização do rompimento entre os primos Henrique Alves (ex-deputado) e Garibaldi Alves (ex-senador). A despeito das palavras duras utilizadas por Garibaldi para oficializar a dissensão, há quem lance dúvidas sobre a dimensão da ruptura.

Motivos e exemplos para que as pessoas desconfiem do fim da parceria política entre os primos não faltam. O principal deles diz respeito à intenção de ambos de retornar à vida pública por meio da conquista de mandatos eletivos.

Garibaldi e Henrique viviam sob pequenas rusgas políticas há um certo tempo. A relação teria ficado mais difícil a partir das eleições de 2018. O ex-senador acusa o ex-deputado de ter apoiado Benes Leocádio (Republicanos) à Câmara Federal ao invés de ter pedido votos para Walter Alves (MDB), filho de Gari.  Esse fato teria tornado a desavença mais forte.

Ocorre, porém, que Henrique, Walter e Garibaldi sabem da dificuldade de os três terem sucesso eleitoral no próximo pleito ocupando o mesmo palanque. Exemplo disso é que na última vez em que estiveram do mesmo lado, apenas Walter se elegeu. Garibaldi foi à disputa por uma vaga ao Senado. Ficou em quarto lugar.

Para muitos, o rompimento é uma jogada tipo dividir para somar. Um dos exemplos mais longevos desse tipo de estratégia aconteceu em Mossoró. Durante décadas, os Rosado se dividiram em dois grupos (Rosalbismo e Sandrismo) e, com isso, obtiveram muito sucesso. Mandados de deputados estadual e federal, prefeitura de Mossoró, Senado Federal e até governo do Estado.

Coincidentemente, quando os mossoroenses perceberam que a divisão seria de “fachada”, eles se viram obrigados a se unir. Resultado: em 2020, foram derrotados nas urnas. Hoje, os Rosado se contentam com um mandato de vereador, e um de deputado federal que Beto Rosado (PP) exerce à custa de muita artimanha política e jurídica, já que a vaga pertence legalmente a Fernando Mineiro (PT).

Na geografia política do Rio Grande do Norte há outros casos de divisão política familiar, desde os Maia, passando pelos Rosado, chegando agora aos Alves. Se o rompimento é realmente verdadeiro e até quando durará, só o tempo dirá. O certo é que há muita gente desconfiada com essa ruptura.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Governo do RN institui e expande auxílio-alimentação dos policiais militares

O Governo do Rio Grande do Norte publica Decreto nº 31.263 que institui o auxílio-alimentação para todos os policiais militares do Estado no âmbito da Corporação Militar ou que estejam à disposição da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesed). O auxílio é destinado aos policiais militares nos dias em que estão em serviço para subsidiar as despesas com as refeições durante o dia de trabalho.

Antes, os policiais recebiam um ticket-alimentação para o almoço e jantar no valor de R$ 15, totalizando R$ 30 por dia de serviço. Estavam contemplados os servidores que atuavam em 37 municípios, além de 10 cidades que recebiam os gêneros alimentícios para fazer a refeição. Com o novo decreto, instituído pela governadora Fátima Bezerra, aqueles que estiverem em serviço em todos os 167 municípios receberão as três refeições diárias, e não duas, totalizando R$ 45 por dia trabalhado. A partir desse decreto, a governadora institui o auxílio e o policial passa a contar com esse dinheiro depositado em conta corrente antecedendo a efetivação do serviço, garantindo a alimentação naqueles dias em que está em atividade.

“O auxílio-refeição para todos os policiais militares significa o reconhecimento do nosso governo ao trabalho abnegado dos nossos policiais para trazer aquilo que a população mais precisa ter, que é cada vez mais proteção e segurança. Isso é gestão que estabelece prioridades, é respeito aos nossos policiais”, disse a governadora Fátima Bezerra, em vídeo postado nas redes socais.

Segundo o comandante-geral da Polícia Militar do RN, coronel Alarico Azevedo, é a primeira vez, em 187 anos de existência da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, que os policiais em serviço que atuam em todos os 167 municípios do estado receberão o benefício. “Isso é uma valorização ao policial militar, ao servidor que protege a sociedade. Nós, da Polícia Militar, agradecemos à governadora por esse reconhecimento ao trabalho executado por nossa corporação”, afirmou.

Valorização da categoria – A governadora Fátima Bezerra já realizou uma série de medidas para a valorização da categoria. Vale lembrar que, somente na semana passada, Fátima Bezerra sancionou a Lei Complementar 694/2021, instituindo o Sistema de Proteção Social dos Militares do Rio Grande do Norte, e anunciou a criação da Diretoria de Proteção Social (DPS), que vai cuidar das atividades relacionadas ao pessoal inativo da corporação e das pensões dos militares, e o pagamento das diárias operacionais do mês de dezembro.

O governo de Fátima Bezerra foi a gestão que mais promoveu policiais militares. Ao todo, foram mais de 8 mil promoções, desde janeiro de 2019. Soma-se a isso, o número de 1.300 novos policiais ingressados em 2 anos, e convocação dos aprovados em concurso público realizado no ano de 2018 — havia 16 anos que a PM-RN não ampliava o efetivo via concurso – e já está em andamento a realização de um novo concurso para preencher 1.158 vagas no quadro da PM-RN.

As ações refletem nos índices de redução da violência. Até o presente momento, comparando com o mesmo período da gestão anterior, o Rio Grande do Norte contabiliza mais de 1.800 vidas salvas. Sabendo que os frutos desses investimentos serão melhor percebidos a longo prazo, o Estado já conta com esse resultado positivo, que é a redução de 29,8% no total de mortes violentas, as chamadas Condutas Violentos Letais Intencionais (CVLIs).

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Choveu em três dias o esperado para todo o mês de janeiro em Mossoró

Levantamento da Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural (SEADRU) aponta que houve pluviometria nos três primeiros dias de janeiro em Mossoró. O acumulado no período já está acima do esperado para todo o mês, segundo o professor de Ciências Exatas e Naturais da SEADRU, Alciomar Lopes.

Nestes primeiros dias de 2022 choveu no município 63,3 milímetros. De acordo com Alciomar Lopes, o pluviômetro da Secretaria de Agricultura registrou nesta segunda-feira 56,5mm, maior chuva registrada até o momento na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte.

“No ano de 2022 nós já tivemos três leituras seguidas. No primeiro dia de janeiro a chuva foi de 6,5 milímetros. No dia 2 a precipitação foi de apenas 0,3mm e na tarde desta segunda-feira choveu 56,5mm. Foi uma chuva que a gente não esperava. As previsões mostravam 15 milímetros”, destacou.

“Em três dias já conseguimos ultrapassar o valor médio dos últimos 30 anos relativo a janeiro”, disse o professor. O acumulado esperado para todo o mês de janeiro era de 58,9mm.

O professor Alciomar Lopes ressalta ainda que as chuvas registradas em dezembro ajudaram Mossoró a ficar acima da média anual. Segundo ele, o acumulado no mês passado foi de 72,5mm, o que subiu de 572mm para 644,5mm.

“Nós obtivemos no período chuvoso, que vai de janeiro a junho, 572 milímetros para 59 dias de leitura. Esse número estava configurando que Mossoró ficaria abaixo da média geral anual que é de 626mm. Quando chegamos a dezembro aconteceram cinco dias de pluviometria acumulada no mês de dezembro, que simplesmente subiu o volume anual de 572 para 644,5 milímetros. Nessa condição, o ano de 2021 fechou com valor acima da média anual. Mossoró conseguiu atingir a média”, explicou.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Veja dá dicas para facilitar a economia de água durante o verão

Com a chegada do verão, o período de dezembro a fevereiro é marcado pelo aumento no consumo de água. As férias escolares e o turismo nas cidades litorâneas fazem elevar essa média. Em períodos normais, a média de consumo diário equivale a aproximadamente 150 litros por habitante/dia (incluindo o consumo em atividades pertinentes a cidade, como irrigação, escolas, restaurantes, hospitais, etc). O calor aumenta de 10% a 15% na quantidade de litros utilizada pela população.

Nesse período, mais do que nunca, é preciso estar atento ao consumo consciente. A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) sempre tem investido em educação ambiental, incentivando o consumidor a fazer uso da água de maneira mais racional, evitando o desperdício e garantindo que a distribuição de água possa chegar a mais pessoas, pois água é um bem vital e finito.

As atividades que mais desperdiçam água são as de rotina, como deixar a descarga vazando, não usar ou deixar de fazer a manutenção da boia na caixa d’água, deixar a mangueira ligada durante toda a noite e usar a força da água da mangueira para “varrer” a calçada ao invés de usar a vassoura. Mesmo com a previsão de boas chuvas para o início deste ano, os cuidados ainda devem ser constantes, de maneira a prolongar a água disponível.

COMO ECONOMIZAR

Escovar os dentes com a torneira aberta consome 80 litros de água. Uma mangueira ligada por meia hora consome 560 litros de água. Banhos longos ou deixar crianças brincando com a água corrente, por sua vez, podem consumir até 180 litros de água. Essas são tarefas diárias que podem acarretar os desperdícios, uma vez que tornam o gasto muito maior do que o necessário, principalmente em condomínios, onde o consumo é maior devido à pressão da água.

Confira algumas dicas de economia de água:

Diminua o tempo do banho.

Não deixe as torneiras abertas.

Economize água nas tarefas domésticas.

Preste atenção em pequenos vazamentos, não deixe torneiras pingando.

Use a vassoura, e não a mangueira, para varrer a calçada.

Escove os dentes, faça a barba ou ensaboe o rosto com a torneira fechada.

Quando lavar e enxaguar a louça ou roupa, utilizar apenas a água necessária.

Use balde para lavar o carro, em vez da mangueira.

Regue as plantas de manhã cedo ou cair da noite. Quando o sol está alto e forte, grande parte da água perde-se por evaporação.

Se possível instale uma válvula para regular a quantidade de água liberada no vaso sanitário.

No caso de descarga automática, evitar o acionamento demorado. A Caixa acoplada é mais econômica.

Quando hospedado em um hotel, evite solicitar a troca diária de toalha e lençóis, evitando o consumo desnecessário de água e energia para lavá-los.

Ao lavar roupas, use a máquina apenas quando estiver bem cheia. Nas máquinas mais novas é possível regular o nível da água de acordo com a quantidade roupa.

Feche o chuveiro ao ensaboar o corpo durante o banho.

A água de cozimento dos vegetais, depois que esfria, pode ser usada para uma sopa ou novos cozimentos ou até mesmo para regar plantas e jardins.

Trate a água da piscina para não precisar trocá-la com frequência. Outra dica é cobrir a piscina com lona quando fora uso para evitar a evaporação.

Coloque sistemas de controle de fluxo de água (aeradores) no bico das torneiras.

Reaproveite a água da máquina de lavar roupas para outras atividades.

Observe sempre o funcionamento da boia da caixa d’água. Boia com defeito é água perdida pelo extravasor (ladrão).

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Criação da Série E do Brasileiro resolveria vários problemas

A falta de calendário anual é uma reclamação constante de diversos clubes de futebol espalhados pelo Brasil. A situação é tão constrangedora e aflitiva que, após os Estaduais, dezenas de times fecham as portas no segundo semestre de cada ano. Vários jogadores, treinadores, preparadores físicos e de goleiros, massagistas, roupeiros, entre outros profissionais, ficam desempregados. No máximo, algumas equipes deixam apenas as categorias de base ativas. Chegou a hora de os dirigentes que comandam a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), através do departamento de competições, acabarem com esse pesadelo e criarem a Série E do Campeonato Brasileiro.

As competições nacionais atuais deixam de fora vários clubes de tradição de todo Brasil. Na Série A, ou Primeira Divisão, temos 20 participantes. O mesmo acontece nas Série B e C, com 20 equipes em cada uma. São 60 times nas três principais divisões do Campeonato Brasileiro, com mais 64 correndo atrás do título da Série D, ou Quarta e última divisão.

Acontece que, apesar de termos 124 clubes participando das quatro divisões do futebol brasileiro, temos outras dezenas de equipes que também gostariam de ter calendário anual. E a nova competição poderia abrir a possibilidade de os interessados se inscreverem na entidade. A CBF criaria a competição, que poderia ser regionalizada para ficar mais viável e rentável, colocando em prática a Série E do Campeonato Brasileiro, e analisaria os pedidos de inscrição respeitando o ranking nacional de clubes.

Vamos pegar como exemplo o futebol paulista, onde temos os estaduais mais concorridos e rentáveis de todo o Brasil. No Paulistão, ou seja, na Primeira Divisão, dos 16 clubes participantes, apenas o Água Santa, da cidade de Diadema, não disputa nenhuma divisão do Brasileiro. E gostaria de disputar. Tem estádio, estrutura, trabalha bem nas categorias de base e adoraria ser convidado para participar da Série E do Brasileiro.

Porém, essa situação não fica restrita ao Água Santa, provavelmente um clube desconhecido do grande público. Vamos falar da tradicional Portuguesa, a Lusa do Canindé, vice-campeã brasileira de 96, que fica na capital de São Paulo. Ou até mesmo do também tradicional Juventus, da Mooca. A dupla está sem calendário nacional. O mesmo se aplica ao São Caetano, que já foi vice-campeão da Libertadores. Tem ainda o Paulista, de Jundiaí, que já foi campeão da Copa do Brasil. Sem contar XV de Piracicaba, São Bento, São José, Marília, Noroeste e Comercial, de Ribeirão Preto, entre outros.

A falta de calendário nacional não fica restrita ao futebol paulista, onde geralmente nas quatro divisões dos seus estaduais temos a participação de quase 90 clubes. Podemos espalhar essa situação para outros estados. Por exemplo, em Minais Gerais o Boa Esporte, de Varginha, e o Uberlândia, entre outros clubes de muita tradição, estão sem calendário nacional em 2022.

Em Santa Catarina, o Joinville, que fez brilhante Série D em 2021 (chegando à reta final da competição), neste ano não tem calendário nacional, e gostaria de estar em ação no segundo semestre. Da mesma forma que equipes como o Gama, do Distrito Federal, o Luverdense, do Mato Grosso, o Treze, da Paraíba, e o Imperatriz, do Maranhão.

No Rio de Janeiro outros bons exemplos de clubes sem calendário anual existem aos montes, como os tradicionais Bangu e América, que certamente gostariam de disputar a Série E do Campeonato Brasileiro e festejariam não fecharem as portas no segundo semestre. O mesmo se aplica a Boavista, Madureira, Audax Rio, Resende, que, se consultados, provavelmente também teriam interesse na competição.

O certo é que a falta de um calendário anual para diversos clubes do futebol brasileiro resulta em perdas financeiras. Além disso, deixa vários jogadores e outros profissionais que vivem do futebol desempregados, com vários estádios inativos e muitas vezes sem eventos esportivos em muitas cidades. Os times, claro, têm interesse na criação da Série E do Campeonato Brasileiro.

A CBF conhece o assunto a fundo e esboçou, em um passado recente, a possibilidade de organizar uma nova competição nacional. Porém, as providências não foram tomadas e tudo caiu no esquecimento, principalmente após a chegada da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Que o tema da Série E do Campeonato Brasileiro volte à tona, com os clubes reivindicando novos estudos, e a competição saia do papel o quanto antes. O futebol agradece, principalmente por parte das torcidas que passam a maior parte do ano sem comparecerem aos estádios para curtirem seus times do coração. (Agência Brasil)

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

Governadora sanciona hoje lei para pagamento de benefício a órfãos da covid-19

A governadora Fátima Bezerra sanciona nesta terça-feira (4) a Lei Nº 11.048, que institui o “Programa Estadual de Proteção às Crianças e aos Adolescentes Órfãos de Vítimas da Covid-19, o RN Acolhe. A solenidade para assinatura será às 11h30, no auditório da Governadoria, em Natal.

A iniciativa vai oferecer proteção social, com benefício de R$ 500, a ser pago mensalmente, até o alcance da maioridade civil do beneficiário. O objetivo é contribuir para a garantia do direito à vida e à saúde, bem como para o acesso a alimentação, educação e lazer das crianças e adolescentes órfãos da covid.

 

SERVIÇO

O QUE: Sanção da Lei Nº 11.048

DATA/HORÁRIO: Terça-feira (04/01), às 11h30.

LOCAL: Auditório da Governadoria, Centro Administrativo do Estado, Lagoa Nova, Natal-RN.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

UERN vai exigir passaporte vacinal também para atividades na pós-graduação

A exemplo do que acontece com a graduação, a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) vai exigir comprovação de esquema vacinal completo contra a covid aos alunos, professores e funcionários dos programas de pós-graduação.

Assim como também ocorre na graduação, os discentes que não comprovarem que estão com a vacinação contra a covid em dia, poderão ter sua matrícula trancada. Para os estudantes da graduação, o prazo para comprovação vence no próximo dia 8/1.

As coordenações dos programas de pós-graduação deverão, até 20 dias antes do início das aulas, comunicar aos discentes sobre a obrigatoriedade da comprovação, bem como apresentar os prazos para tal e o link para que sejam enviados documentos probatórios.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com