Quem precisou de atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Belo Horizonte, nesta terça-feira, 12/4, passou por um verdadeiro teste de paciência. Pelo menos é o que denunciaram aos Blog Na Boca da Noite alguns dos pacientes que estiveram naquela unidade hospitalar hoje. O tempo de espera não foi inferior a 4 horas denunciam.

O jovem estudante de Enfermagem Welington Ferreira, morador do bairro Dom Jaime Câmara, relata que saiu da sua residência em busca de um atendimento médico naquela UPA e teve muita dificuldade para ser atendido. Ele afirma que chegou às 7h da manhã e somente foi atendido depois do meio dia.

“Às 11h45 havia apenas um médico atendendo as mais de 15 pessoas que ainda estavam na fila de espera. Os transtornos foram os piores possíveis”, reclama Ferreira. Ele lembra que ao chegar na UPA havia 45 pessoas à sua frente na ordem de atendimento. Passadas mais de 4 horas, 15 ainda não haviam sido atendidas.

“Queremos que a prefeitura coloque mais médicos nas UPA para melhorar o atendimento. A gente chega aqui com dores por todo o corpo e ainda tem que encarar uma fila de mais de três horas esperando um atendimento”, criticou a dona de casa Maria Alice.

De acordo com informações dos pacientes, apenas a médica Thayná estava realizando atendimentos.

A secretária municipal da Saúde, Morgana Dantas, procurada pelo Blog Na Boca da Noite, rechaçou que a unidade estivesse contando com apenas um médico nesta terça-feira. Segundo ela, 3 desses profissionais estavam à disposição da população, segundo informações repassadas a ela pela direção da UPA.

“Um está dentro da sala vermelha, pois estão com dois pacientes graves lá. Na frente dois médicos estão atendendo. Mas de vez em quando um sai para reavaliar os pacientes que estão em observação”, justificou Morgana Dantas, acrescentando todos estão sendo atendidos, porém obedecendo a classificação de risco.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

 
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

De Volta ao Topo