Diretório do PDT no RN está sem vigência

O diretório estadual do Partido Democrático Trabalhista (PDT) no Rio Grande do Norte está sem vigência. Na prática, é como se a agremiação não existisse. Trata-se de não realização de procedimento junto à Justiça Eleitoral.

O PDT/RN já havia passado por isso em março e o presidente do diretório estadual, ex-prefeito Carlos Eduardo Alves havia conseguido regularizar a situação por três meses. O procedimento regulatório, no entanto, tinha prazo de validade e desde 3 de junho que o PDT/RN está, novamente sem vigência.

A assessoria de Carlos Eduardo Alves informou à imprensa que trata-se de procedimento burocrático e que ele já está agindo para resolvê-lo. O problema, garantiu ele, não afeta as pré-candidaturas a deputado que serão lançadas pelo partido, e a sua, já que Carlos Eduardo é pré-candidato ao Senado, inclusive liderando as pesquisas de intenção de votos.

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com