Uma simples foto, aparentemente ordinária, mas revela um volume considerável de ordens de abastecimento de combustível em um posto da cidade de Tibau, encaminhadas pela Prefeitura de Tibau, e que é apenas referente ao mês de março de 2024.

O Boca da Noite teve acesso exclusivo a essa imagem, que levanta questões importantes sobre a gestão dos recursos públicos.

O volume expressivo de ordem combustível, assim como o volume de recursos licitados para a compra de combustível, conforme o Boca da Noite vem divulgando, levanta questionamentos sobre a necessidade e a eficiência dessas compras, especialmente em um contexto de desafios econômicos e aumentos nos preços dos combustíveis. Enquanto a população enfrenta dificuldades financeiras, é crucial que a administração pública justifique de forma transparente e detalhada o motivo desse alto consumo de combustível.

Diante dessa situação, é urgente que os vereadores de Tibau e o Ministério Público atuem para garantir a prestação de contas e a transparência na utilização dos recursos públicos. Os cidadãos têm o direito de saber como seu dinheiro está sendo gasto e se está sendo empregado de maneira eficiente e responsável.

O Boca da Noite reitera a importância da transparência e da fiscalização na gestão pública e apela às autoridades para que investiguem essas compras de combustível e cobrem explicações claras e convincentes da administração municipal.

Somente através da prestação de contas e da responsabilidade fiscal é possível garantir a confiança da população nas instituições governamentais.

O Boca da Noite questionou a gestão municipal sobre quando e onde serão feitas as prestações de contas das compras de combustíveis. Aina não tivemos respostas/

 

 
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

De Volta ao Topo