“Cara, se o apoio para o esporte já é escasso, para o basquete quase não existe. É humilhante”, revela, com uma indignação, Alan Jordan, praticante do esporte e lutador pela modalidade em Mossoró.

Além de ser membro da equipe Santa Luzia de Basquete, Jordan também atua organizando eventos esportivos. Uma dessas competições foi o Campeonato de Trinca, o famoso 3 x 3, e pela qual se buscou a ajuda de R$ 500 da prefeitura. Negada, como informamos no início.

Jordan ressalta que embora a principal equipe de basquete de Mossoró seja campeã Sub 40, em Natal, o apoio segue inexistente. “Buscamos colocar a modalidade em evidência, mas é cada vez mais difícil”, afirma.

Ele lembra que o Basquete 3 x 3 será modalidade olímpica a partir das Olimpíadas de 2024, na França. “Na disputa de trinca, cada equipe tem 4 atletas por equipe sendo que um fica no banco. As partidas tem a duração de 10 minutos com cronômetro parado quando sai a bola e quando pede se tempo. A partida dura 10 minutos e vence quem fizer mais pontos. Ela pode acabar antes dos 10 minutos se alguma equipe fizer 21 pontos”, diz, entusiasmado. Entusiasmo que cessa com a precária situação enfrentada pelo esporte.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

 

 

 
 
 

One thought on “Falta de apoio para o basquete é humilhante, diz desportista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

De Volta ao Topo