A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) amplia o número de cidades atendidas com troca de hidrômetros. Em São José do Mipibu, o trabalho começou na quinta-feira , 16/9. Já a cidade de Nova Cruz terá o serviço a partir da próxima semana.

Desde junho deste ano, foram instalados e substituídos aproximadamente 8 mil hidrômetros em Natal, Mossoró e Parnamirim. O trabalho nas maiores cidades do Estado continua nos próximos meses.

Em outubro, novas cidades passam a ter o serviço. Macaíba e Pau dos Ferros terão instalação e substituição de hidrômetros, João Câmara terá substituição e em Tenente Ananias serão instalados hidrômetros em residências que ainda não possuem o equipamento.

A Caern pretende instalar 36 mil novos hidrômetros em imóveis que ainda não possuem o equipamento e substituir outros 33 mil equipamentos em várias regiões do Estado. O trabalho da Caern não terá custo para o cliente. É enviado o comunicado aos consumidores com antecedência. No dia da instalação, a equipe informa ao chegar no imóvel, que fará o serviço.

De acordo com a Lei 11.445, previsto também em resolução da Agência Reguladora de Serviços Públicos (Arsep/RN) e Agência Reguladora de Serviços de Saneamento Básico do Município de Natal (Asban), o corte ocorrerá para os que se negarem a receber o hidrômetro. No caso de negativa em aceitar será entregue o comunicado dando um prazo de cinco dias, após esse prazo a equipe da Caern retorna ao imóvel, caso haja negativa novamente, a água será cortada.

A importância do hidrômetro é medir de forma justa e garantir melhor distribuição de água. Por esse motivo deve ser instalado em todas os imóveis atendidos pela Caern.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E GEORADAR – Novas tecnologias estão sendo usadas para melhorar o desempenho de instalação e substituição de hidrômetros. Em imóveis que ainda não tem o hidrômetro e exista dificuldade em encontrar a rede de água, a Caern   utiliza o georadar. O equipamento consegue detectar vários tipos de tubulação, cabos ou estruturas enterradas até oito metros de profundidade. Desta maneira, perde-se menos tempo com escavações e garante maior rapidez na execução do serviço.

A Inteligência Artificial é usada com ferramenta de gestão. O modelo é retroalimentado com as informações inseridas no sistema de gerenciamento comercial da Caern (Gsan). A nova tecnologia funciona com base em dados da Companhia, apontando quais hidrômetros devem ser trocados, garantindo uma cobrança justa ao consumidor. Além de ser uma ferramenta importante para nortear o trabalho de planejamento na substituição de hidrômetros pela Companhia.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

 

 
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

De Volta ao Topo