O Instituto de Medicina Tropical (IMT) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) divulgou ter identificado dois casos de mulheres que teriam sido contaminadas pela variante Delta do novo coronavírus. O fato levou a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) a lançar nota de esclarecimento sobre o assunto.
Além de informar sobre a situação, a Sesap reforça a necessidade de a população manter os cuidados sanitários e buscar a vacinação contra a covid, tanto da primeira quanto da segunda dose. Veja a nota da Sesap:

“A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) esclarece que está acompanhando os dois casos que o Instituto de Medicina Tropical (IMT) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) divulgou ter identificado como contaminação pela variante Delta do novo coronavírus.
A Sesap foi notificada pelo IMT de forma concomitante com a divulgação do fato à sociedade potiguar, tendo iniciado os procedimentos técnicos tão logo recebeu mais informações, porém ainda aguarda os laudos oficiais a respeito do material investigado pelo Instituto.
As duas amostras são de mulheres, moradoras da Região Metropolitana de Natal. O material foi coletado no dia 8 de agosto.
A situação reforça a necessidade da população manter os cuidados sanitários e buscar a vacinação contra a Covid-19, tanto para a primeira como para a segunda dose, vide que os estudos mostram a eficácia das vacinas disponíveis no enfrentamento da variante Delta”.

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

 
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

De Volta ao Topo