O relatório da CPI da Pandemia vai trazer o indiciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) pelo suposto cometimento de 11 crimes. O anúncio foi feito à imprensa hoje pelo relator da comissão, senador Renan Calheiros (MDB/AL).

De acordo com Renan, são práticas ilegais que vão desde crimes comuns, passando por crimes de reponsabilidade, contra a saúde pública e também contra a humanidade.

O relator ressaltou, no entanto, que a denúncia será apresentada em órg]ãos diferentes. “Só vão para a Procuradoria Geral da República, por exemplo, os crimes cuja responsabilidade de indiciamento são do Ministério Público Federal”, explicou.

Além de Bolsonaro, outras dezenas de pessoas também serão indiciadas. A expectativa é que a lista de indicados chegue a 50. Vão desde o ex-ministro Eduardo Pazuello a empresários, como os que supostamente financiaram campanhas contra o isolamento social e a favor de medicamentos sem eficácia contra a covid.

A comissão pretende entregar no próximo dia 19 a entrega do relatório final. Esse prazo, no entanto, poderá não ser cumprido. É que na próxima semana será ouvido o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e há ainda o desejo da cúpula da CPI de ouvir5 membros da Conitec.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

 
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

De Volta ao Topo