O Governo Federal enviou o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2022 ao Congresso Nacional, na terça-feira, 31/8, último dia do prazo. O texto estabelece o orçamento da União e estima as receitas e despesas do Executivo para o próximo ano.

Pelo texto, o Governo promete preencher, em 2022, 73.640 postos de trabalho nos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário por meio de concursos públicos. Desse total, 4.097 são para criação e 69.543 para provimento (chamada de aprovados em concursos válidos ou em novos concursos).

Por mais que os números sejam expressivos, vale lembrar que se trata de uma previsão para criação ou provimento de vagas, e não de uma autorização. Porém, já indicam que o governo tem novos concursos no radar para o ano que vem.

De acordo com o disposto no Anexo V do documento, está prevista a criação de 4.097 vagas sendo, 1.957 para o Poder Judiciário e 1.129 para o Poder Executivo. As demais 1.011 vagas estão vinculadas à área de apoio da Defensoria Pública da União (DPU).

Já na parte de provimentos, a maioria das 69.543 vagas previstas está destinada ao Poder Executivo. No total, 66.654 vagas são aguardadas para o setor.

Em coletiva de imprensa na terça-feira, 31/8, a equipe econômica do governo tinha informado que a previsão era de ingresso de 41.700 servidores por meio de concursos. O anexo V do PLOA, no entanto, traz a estimativa de mais de 70 mil vagas.

 

Vagas previstas no PLOA 2022:

Poder Executivo  – 67.783 vagas (66.654 para provimento e 1.129 para criação)

Poder Judiciário  – 4.231 vagas (2.274 para provimento e 1.957 para criação)

Poder Legislativo  – 149 vagas (todas para provimento)

Defensoria Pública da União  – 1.248 vagas (237 para provimento e 1.011 para criação)

Ministério Público da União   – 229 vagas (todas para provimento)

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

 
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

De Volta ao Topo