Cerca de mil municípios brasileiros que participaram de levantamento da Confederação Nacional de municípios (CNM) já retomaram as aulas presenciais em suas redes de ensino. É o que revela a 22ª edição da pesquisa sobre a Covid-19 realizada pela CNM. O levantamento – que ouviu 1.896 Municípios entre os dias 16 e 19 de agosto – também apontou que cerca de 60,3%, ou 1.144 Entes locais, não registraram morte pela doença nesta semana.

Entre as medidas que ainda precisam ser adotadas para a volta do ensino presencial, os gestores destacaram: organização dos ambientes como sala de aula e espaços de convivência (23,6%); adequação dos espaços físicos das escolas (refeitórios, banheiros) (22,2%); plano de comunicação (19,6%); planejamento pedagógico para atividades presenciais e não presenciais (19%); aquisição ou aumento do estoque de materia de limpeza e higiene (18,4%); testagem em caso de suspeita de Covid-19 (17,6%); e instalação de bebedouros e torneiras (13,2%).

Vacinação – A pesquisa mostra que a vacinação avança e apenas um Município afirmou estar imunizando pessoas acima de 50 anos; 7 prefeituras vacinam pessoas entre 40 e 44 anos; 60 aplicam doses na faixa etária entre 35 e 39 anos; 191 estão na faixa entre 30 e 34; e 481 Municípios imunizam pessoas com idade entre 25 e 29 anos. Mesmo com o avanço na aplicação de doses, a falta dos imunizantes ainda foi registrada por 17,5%, ou 332 Entes locais. Desses, 80% afirmaram não conseguir aplicar a primeira dose e 39% registram a falta de imunizantes para aplicar a segunda dose da vacina contra a Covid-19.

Ao se tratar da escolha do imunizante, a CNM questionou novamente quais ações ou punições estão sendo tomadas pelos gestores locais quanto à tentativa: 53,3% dos Municípios apenas informam que não é possível escolher qual a marca da vacina a ser aplicada e aplicam a que está disponível; em 32% (606) dos Municípios a pessoa perde a vez na vacinação e vai para o final da fila; outros 11,3% (214) pedem para que a pessoa retorne quando o imunizante desejado chegar ao Município; e 0,7% (14) locais permitem a escolha da vacina.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

 
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

De Volta ao Topo