A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (AL/RN) aprovou, por unanimidade, nesta quinta-feira., projeto de lei que acaba com a exigência da lista tríplice para escolha de reitor e vice-reitor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

A proposta, de autoria do Executivo, vai para apreciação da governadora Fátima Bezerra, que deverá sancioná-lo, já que é projeto proposto por sua gestão. Após a sanção, a UERN passa a ter autonomia para a escolha da sua gestão. Isso garante que a decisão da comunidade acadêmica seja respeitada, independente da orientação política.

A aprovação acontece na véspera do aniversário de 53 anos da universidade, a ser completado no próximo dia 28/9.

Agora, a comunidade acadêmica passa a sonhar com mais força com a concretização de mais duas propostas: implantação dos Planos de Cargos e Carreiras de docentes e técnicos, e autonomia financeira da universidade.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

 

 
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

De Volta ao Topo