A CPI da Pandemia no Senado e que investiga supostas omissões do Governo Federal no enfrentamento da pandemia no Brasil aprovou há pouco a convocação do empresário Luciano Hang para depor na referida comissão.

Luciano, dono das lojas Havan, é acusado de integrar o Gabinete Paralelo do Ministério da Saúde. Este gabinete, de acordo com investigações, atuava para disseminar o negacionismo, além de estimular o uso de remédios ineficazes contra a covid.

Outra informação que a CPI quer confirmar é a suspeita de que a empresa Prevent Senior teria adulterado o atestado de óbito de Regina Hang, mãe de Luciano. Nesse documento, teria sido omitida o fato de de que Regina teria falecido em consequência da covid. O empresário será ouvido na próxima quarta-feira, 29/9, se atender à convocação.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

 
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

De Volta ao Topo