A governadora do RN, Fátima Bezerra, participou neste sábado do Fórum Esfera Brasil , em São Paulo, que reúne as principais lideranças empresárias do país e setores econômicos do governo federal.

Fátima Bezerra participou do painel “O Brasil na Liderança da Sustentabilidade Global” ao lado da governadora de Pernambuco Raquel Lira e dos empresários Gilberto Tomazoni, CEO Global da JBS (JBSS3), empresa que é uma das maiores produtoras de proteína animal do mundo, Cristiano Pinto da Costa, presidente da Shell no Brasil e Maurício Metz, diretor industrial da siderúrgica Gerdau.

Questionada sobre a exploração de petróleo na margem equatorial – que compreende o litoral localizado entre o Rio Grande do Norte e o Amazonas – Fátima Bezerra disse que “no contexto hoje da transição energética a atividade petrolífera ainda tem grande papel a desempenhar, inclusive para o desenvolvimento econômico e social gerando emprego, melhorando a renda e contribuindo para incrementar as receitas tributárias através dos royalties. E o meu estado é exemplo disso, quando a cadeia petrolífera é responsável por 30% PIB Industrial do Estado, portanto é inegável que a atividade terá um papel de relevância no processo de reindustrialização do Brasil e do nordeste.

Fátima acrescentou que “nossa expectativa é que se confirme a exploração de petróleo e gás na margem equatorial iniciando novo ciclo na produção e no desenvolvimento econômico e social sustentável. No Nordeste temos os melhores recursos para produção de energia, inclusive com o incremento da atuação da Petrobras para financiar a transição energética, neste momento que se apresenta como uma importante janela de oportunidades que não deve ser perdida”, pontuou.

O presidente da Shell, Cristiano Pinto Costa reforçou as considerações de Fátima de Bezerra e defendeu a utilização simultânea de várias fontes de energia, como vem ocorrendo. E reforçou também a avaliação da governadora do RN sobre os dias atuais como grande janela de oportunidades.

Porto Indústria Verde

Fátima também destacou a importância do Porto-Indústria Verde para o suporte à atividade Offshore de produção de petróleo e gás em águas profundas e no desenvolvimento da cadeia de valor para Eólica Offshore e produção de hidrogênio e amônia Verde.

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL – ASSECOM

 
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

De Volta ao Topo