A Defensoria Pública do Rio Grande do Norte (DPE/RN) publicou na quarta-feira, 25/8, decisão em que torna sem efeito a sua própria recomendação de anulação das provas para agente e escrivão do concurso público da Polícia Civil do estado, realizado em julho deste ano.

A recomendação havia sido divulgada pela DPE/RN na terça-feira, 24/8 e também pedia que não fossem divulgados os resultados relativos a essa etapa do concurso. A orientação da DPE/RN divergia do posicionamento do Ministério Público, que defendeu a continuidade do certame.

Ontem, o MP/RN recomendou que a banca organizadora do concurso mantivesse o cronograma, que prevê para hoje a divulgação do resultado definitivo da prova objetiva.

A DPE informou que recebeu informações da empresa responsável “acerca das medidas adotadas por esta durante a aplicação das provas do concurso público para provimento dos cargos de agente, escrivão e delegado de polícia civil, e ainda, pelo compromisso de elucidação dos fatos, a fim de manter a lisura do certame até a sua conclusão”. Também houve a convocação do Gabinete Civil do Estado para uma reunião para “debater o andamento do pleito junto a todas as instituições envolvidas”.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

 
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

De Volta ao Topo