O secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Norte, Jaime Calado (PROS) tem alimentado – com muito entusiasmo – o desejo de ser candidato a deputado federal. No seu intento, no entanto, Jaime precisa fazer algumas costuras, como ocorre em todo e qualquer projeto político dessa envergadura.

O primeiro passo é resolver um imbróglio doméstico: no grupo familiar Calado/Maia já há alguém com uma cadeira na Câmara Federal. Ninguém menos que João Maia, irmão da senadora Zenaide Maia (PROS), esposa de Jaime. Em seu terceiro mandato na Câmara, João Maia vai tentar mais um. Tanto João quanto Jaime sabem da quase impossibilidade de sucesso eleitoral para os dois. A maior probabilidade de as duas candidaturas naufragarem juntas.

Há uma outra questão em evidência: a indicação do candidato a vice-governador na chapa de Fátima Bezerra. Calado silencia sobre a possibilidade de ser ele o indicado, embora não descarte. A grande questão é vencer o MDB dos Alves nessa disputa.

Jaime Calado, no entanto, tem uma carta na manga: Zenaide Maia. Oferecer o nome da esposa como companheira de chapa de Fátima é algo que agrada ao secretário. Sobretudo porque ele acredita que vai agradar muito à direção nacional do Partido dos Trabalhadores (PT). Por duas razões. Primeiro que em caso de vitória, o suplente de Zenaide é Júnior Souto (PT) e, segundo porque, por essa mesma situação, o PT não perderia assento no Senado. Caso a candidatura de Jean seja vitoriosa, o partido teria duas cadeiras naquela Casa, representando o Rio Grande do Norte.

Em sendo Zenaide deslocada para a companhia de Fátima na chapa ao governo, Jaime pode trabalhar pela candidatura de João ao Senado e ele ir à disputa pela Câmara Federal. Até 2022 muito pode acontecer. As articulações e conversas estão só começando.

 

Nosso e-mail: redacaobocadanoite@gmail.com

 

 
 
 

3 thoughts on “Nome de Zenaide Maia pode ser o fiel da balança

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

De Volta ao Topo